10 agências disputam licitação da publicidade da Prefeitura de Maringá
PMM

Concorrência

10 agências disputam licitação da publicidade da Prefeitura de Maringá

Cidade por Victor Simião em 11/01/2019 - 19:20

Primeiros envelopes já foram abertos, e concorrentes tiveram material avaliado. É o segundo certame que o poder público faz para contratar uma agência na cidade. Valor que Executivo municipal quer pagar é de até R$ 9 milhões.

10 agências participam da licitação da publicidade da Prefeitura de Maringá. Para os serviços o executivo pretende pagar R$ 9 milhões de reais em 12 meses.  O certame é na modalidade concorrência, do tipo técnica e preço. A empresa vencedora terá, entre outras responsabilidades, a de gerenciar publicidade da prefeitura: o que envolve campanhas, criação de arte, compra em espaço na mídia.

As propostas e os envelopes previstos em edital foram recebidos no dia 08 de outubro. Agora, no dia 09 de janeiro, foi dada a pontuação ao planejamento de uma campanha institucional de combate a dengue, pedida no certame. A Única Propaganda, de Maringá, lidera a disputa no momento, com 157,32 pontos.

Até agora, foram abertos três dos cinco envelopes previstos na licitação. Foram feitas duas sessões públicas. A terceira é para a abertura do quarto envelope, com a proposta de preços.  Ainda não há data para essa nova sessão. Depois dela, ainda haverá pelo menos uma quinta sessão.

Ao longo de todo esse processo pode haver pedido de recurso ou outras ações de cunho jurídico.

Das 10 agências que disputam o certame, seis são de Maringá, três de Curitiba, e uma tem escritórios na cidade canção e na capital.

Esta é a segunda vez que a Prefeitura abre uma licitação para contratar uma agência de publicidade. Em 2017, a Prefeitura abriu um certame, no valor de 7 milhões de reais. Após uma sequência de disputas judiciais, o município cancelou o edital.

A licitação anterior da publicidade foi publicada no primeiro semestre de 2017. Várias rodadas do certame chegaram a ser feitas. 12 agências participaram. Quando a Prefeitura estava prestes a declarar uma vencedora, no fim de 2017, já com uma série de atraso, a disputa foi levada ao Tribunal de Justiça do Paraná. A disputa também foi para o Tribunal de Contas do Paraná.

E antes que houvesse algum julgamento, a Prefeitura decidiu cancelar a licitação em julho de 2018.

A licitação da publicidade é vista como uma das mais importantes porque possibilita o município realizar campanhas, como da dengue e outros serviços à população.