Maringá: cinco casos de dengue são registrados em uma semana
Imagem Ilustrativa/Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Aedes

Maringá: cinco casos de dengue são registrados em uma semana

Saúde por Victor Simião em 21/10/2020 - 17:26

Agora, a cidade tem 33. Quatro suspeitas estão em análise. Até o momento, a cidade já assinalou 86 notificações no atual período epidemiológico. Não houve mortes. O Paraná já registrou três óbitos. 

A Secretaria de Saúde de Maringá registrou nos últimos sete dias cinco casos de dengue na cidade. Agora, o município tem 33 confirmações da doença. Os dados estão em um boletim da Prefeitura, obtido pela CBN, e são relativos até 20 de outubro. Quatro estão em análise. Na semana passada, eram 28 registros positivos.

No comparativo entre as duas últimas semanas, portanto, houve aumento no número de confirmações.

Conforme o documento, das 33 pessoas com dengue em Maringá, três delas estão em estado mais grave. Ao todo, a cidade tem 86 notificações. Destas, 49 já foram descartadas.

Os dados atualizados são do final de julho até este momento, considerado um novo ciclo epidemiológico. Nesse período, Maringá não registrou nenhuma morte.

No calendário epidemiológico anterior, a cidade estava em epidemia. Foram 12 óbitos e mais de 10 mil casos de dengue confirmados entre 2019 e 2020.

Quanto à chikungunya, zika vírus e febre amarela, o município não tem nenhuma suspeita registrada no período atual.

O boletim da Secretaria de Saúde do Paraná tem dados até o dia 20 de outubro. Até esse período, Maringá tinha 29 casos confirmados, 75 notificações, 43 descartados e três em investigação em relação à dengue. Há diferença no comparativo com o boletim da Prefeitura devido às datas de registro.

No caso da 15ª Regional de Saúde, que abrange cerca de 30 cidades da região noroeste do Paraná e 828 mil habitantes, a Sesa tinha registrado 296 notificações e 72 casos positivos até 20 de outubro, sem mortes.

Em todo Paraná, até essa data, 848 pessoas tinham sido infectadas e havia 6.490 notificações. O estado já havia registrado três mortes neste novo período epidemiológico por conta da dengue.