Mudança no Tecpar
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20

O Assunto é Política

Mudança no Tecpar

Por Diniz Neto em 12/07/2019 - 10:00
Player Ouça o boletim

12 de julho, sexta-feira. Dia do Engenheiro Florestal.

Esta semana aconteceram fenômenos climáticos extremos na Europa e em outras áreas do planeta, resultado das mudanças climáticas.

As florestas absorvem cerca de 2 bilhões de toneladas de CO2 por ano. Mas quando são desmatadas, as coberturas vegetais do planeta se transformam em motores do aquecimento global. Aproximadamente 20% das emissões de gases do efeito estufa são causadas pelo desmatamento. Em relatório divulgado em julho de 2018, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) identifica um aumento na destruição das superfícies verdes do planeta.

De 1990 e 2015, a área da Terra coberta por florestas caiu de 31,6% para 30,6%. A agência da ONU aponta que o desmatamento é a segunda maior causa das mudanças climáticas, ficando atrás apenas da queima de combustíveis fósseis. As emissões geradas pela destruição da cobertura vegetal são maiores que as de todo o setor de transporte.

Os continentes africano e sul-americano também estão na contramão do uso sustentável das superfícies verdes. Nos últimos 25 anos, cresceram no mundo as florestas manejadas para a conservação dos solos e das águas, mas essa expansão não foi verificada na África nem na América do Sul. Os territórios utilizados de maneira responsável representam hoje 25% de toda a cobertura vegetal do planeta. Nos países sul-americanos, o índice cai para apenas 9%.

MUDANÇA NO TECPAR
Deve haver mudança na presidência da Tecpar, o Instituto de Tecnologia do Paraná. Sai Fabio Cammarota, ligado à Fundação Dom Cabral. Em seu lugar deve assumir o biólogo Jorge Augusto Callado, ex-secretário do Meio Ambiente do Paraná. Ele também foi assessor técnico da Diretoria Geral Brasileira da Itaipu e diretor superintendente da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (PTI).

CIDADE INDUSTRIAL DE MARINGÁ - PARQUE TECNOLÓGICO 
Por falar em Tecpar, o Instituto é uma das âncoras para a Cidade Industrial de Maringá, idealizado para ser um dos mais importantes parques tecnológicos do país.

A unidade do Tecpar terá à sua volta muitas empresas de apoio ou voltadas para atividades nas áreas de tecnologia e serviços.

A Cidade Industrial de Maringá está localizada em área de 87 alqueires, com mais de 2 milhões de metros quadrados.

Além do Tecpar, o tecnoparque deverá ter, em área de 10 alqueires, cerca de 240 mil metros quadrados, empresas e organizações de base tecnológica, como o Senai, Lactec, PUC, UFPR e Unicesumar.

A demora no início das obras do Tecpar tem sido um fato de atraso na implantação da Cidade Industrial de Maringá. Recentemente, o governador Ratinho Junior garantiu que o Instituto estará presente no tecnoparque.

Sem dúvida esse projeto de importância estratégica fundamental no desenvolvimento de Maringá, nas próximas décadas. Lembrando a informação demos ontem, que nos últimos anos Maringá vem sendo o município que mais cresce, no Paraná.

REFORMA TRIBUTÁRIA
A boa notícia. Com o encaminhamento da votação da reforma da Previdência, começa a ser falar da Reforma Tributária.
Recebi do economista Luiz Carlos Hauly, a pessoa que mais estudou a reforma tributária no Brasil, nos últimos 10 anos, essa informação:

Essa semana, no dia 9 de julho, deu entrada no Senado da República a PEC 110/19 - de autoria do presidente do Senado Davi Alcolumbre com o apoio de 80% dos senadores (65 assinaturas). Essa é PEC 293-A/2004, no seu inteiro teor, relatada pelo então deputado federal Hauly e aprovada por unanimidade na Comissão Especial de Reforma Tributária na Câmara dos Deputados.

Notícia de grande importância para o Brasil.

DO CARMO NA CÂMARA DE MARINGÁ
O deputado estadual Do Carmo esteve ontem na Câmara Municipal de Maringá. Foi convidado a ocupar a mesa diretora e teve espaço para um pronunciamento.

Falou do recesso e da agenda que tem para visitar municípios da sua base, nas duas semanas e meia de recesso.

DIA DO ROCK EM MARINGÁ
No dia 14 de julho, na  Praça Renato Celidonio, a partir das 14 horas, estará sendo comemorado o Dia Oficial do Rock em Maringá.

O evento, coordenado por Ronaldo Marques, terá a apresentações de 8 bandas: Donna Black, Incoma, Mal Súbito, Os Primons, Dr. Rock,  Motores Ácidos, Revelll, Babilônia 80, Spark Plugs e as participações especiais do guitarrista Pedro Vilk e da cantora convidada de São Paulo, Analiss.

Notícias da mesma editoria