Após longa sessão, Câmara de Umuarama aprova cassação do prefeito
Imagem Ilustrativa | Foto: Arquivo/CMU

Corrupção

Após longa sessão, Câmara de Umuarama aprova cassação do prefeito

Política por Letícia Tristão em 22/01/2022 - 09:34

A decisão foi unânime entre os vereadores, que votaram após 10 horas de sessão de julgamento. Celso Pozzobom já estava afastado do cargo a pedido do Ministério Público. 

Os vereadores leram durante quase oito horas centenas de páginas do relatório final da Comissão Processante. A CP foi instaurada na Câmara de Umuarama para analisar o pedido de cassação do mandato do prefeito Celso Pozzobom, investigado pelo Ministério Público na Operação Metástase, que apura corrupção e desvio de dinheiro público. A sessão começou às 18h nessa sexta-feira (21).

Já durante a madrugada, os parlamentares tiveram até 15 minutos cada para se manifestar. O vereador Mateus Barreto foi o segundo parlamentar a usar a tribuna. [ouça o áudio acima]

O presidente da Comissão Processante, João Paulo de Oliveira, o Sorrisal, também se manifestou. [ouça o áudio acima]

Na denúncia do pedido de cassação protocolado na Câmara em setembro do ano passado pelo ex-prefeito Jorge Vieira, Pozzobom é acusado de utilizar recurso público para pagar a parcela de um apartamento, no valor de R$ 54 mil.

A defesa de Pozzobom alegou incongruências no relatório final da comissão. O advogado de defesa Gustavo Guedes enfatizou que essa afirmou até hoje não foi recebida pelo Ministério Público. [ouça o áudio acima]

Por fim, após 10 horas de sessão, os 10 vereadores votaram a favor da cassação do mandato do prefeito. A decisão, unânime, foi lida pelo presidente da Câmara de Umuarama, Fernando Galmassi. [ouça o áudio acima]

O resultado foi comemorado pela população, que acompanhou a sessão no plenário e fora do prédio. A defesa diz que vai recorrer da decisão na Justiça.

Agora, o Legislativo deve encaminhar a decisão ao Fórum Eleitoral. Hermes Pimentel, que era vice-prefeito e está interinamente no cargo desde que Pozzobom foi afastado a pedido do MP, vai assumir oficialmente o cargo.

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550