Câmara atrás dos números
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20

O Assunto é Política

Câmara atrás dos números

Por Diniz Neto em 19/07/2019 - 10:03
Player Ouça o boletim

19 de julho, sexta-feira. Hoje é o 200º dia de 2019. Faltam 165 para 31 de dezembro.

Dia da Caridade e Dia Nacional do Futebol.

 

Assuntos na coluna de hoje, segunda edição: 
- PRÉ-CANDIDATOS A PREFEITO
- NÚMEROS E DECISÕES DA CÂMARA NO PRIMEIRO SEMESTRE – AVALIAÇÃO
- CÂMARA DE SARANDI REALIZA SESSÃO EXTRAORDINÁRIA INÉDITA
- IBGE VAI LEVANTAR DADOS SOBRE AUTISTAS, NOS CENSOS

QUEM SÃO OS PRÉ-CANDIDATOS A PREFEITO MAIS ATIVOS?
O prefeito Ulisses Maia (PDT), desde já pré-candidato à reeleição, apresentou nessa manhã a nova campanha da Prefeitura, quem tem como tema o “trânsito”. Ulisses tem cumprido fielmente uma agenda de compromissos políticos, que inclui visitas a empresas, comunidades e residências. Ele também abriu espaço na sua agenda, no gabinete, para receber visitas que fazem parte da sua estratégia política.

O deputado estadual Homero Marchese (PROS), aproveita o recesso para trabalhar muito, com apoio da equipe. Suas votações para vereador e para deputado estadual o credenciam como um importante pré-candidato a prefeito.

O advogado Rogério Calazans mantém uma agenda de compromissos políticos, contatos com partidos e dedicando tempo ao planejamento da campanha.

Atualizando: Não mencionei o advogado Eliseu Alves Fortes, pré-candidato pelo Patriota, que vem fazendo um trabalho regular e intenso, reconhecido com apoio e militância.

O gestor público José Luiz Bovo acertou essa semana o seu ingresso no Democratas, o que impulsiona e motiva ainda mais a sua pré-candidatura.

Crescem os indicativos de que o deputado federal Sargento Fahur poderá ser o candidato do PSD.

O deputado estadual Do Carmo, presidente do PSL em Maringá, mesmo na condição de pré-candidato, optou por visitar 150 municípios do Paraná, no recesso de julho.

O Podemos recebeu a filiação do promotor José Aparecido da Cruz, que muitos querem ver candidato a prefeito.

No PSDB o empresário Evandro Buquera de Freitas Oliveira sempre é citado.

No Progressistas se espera a definição de Silvio Barros.

O deputado estadual Dr. Batista, do PMN, não confirma e também não nega a possibilidade de ser candidato.

O PT ainda não decidiu seu candidato, mas muitos petistas querem o padre Leo.

O partido Novo terá candidato. Nome ainda não definido.  

Muitos partidos estão se organizando para as eleições municipais de 2020. 
Há vários partidos em situação diferente, completamente sem ações e ainda sem rumo para a próxima eleição.

Ainda há aqueles lembrados por setores da sociedade e até cobiçados por alguns partidos, como o advogado César Moreno, o empresário Paulinho Conrado, dentre outros.

NÚMEROS E DECISÕES DA CÂMARA NO PRIMEIRO SEMESTRE – AVALIAÇÃO
Ontem, na coluna da tarde, falamos sobre a divulgação do balanço das atividades da Câmara Municipal de Maringá, referente ao primeiro semestre de 2019.

Destaco o trabalho eficiente da Coordenadoria de Comunicação Social, também das equipes de servidores, de forma geral. Eles tentam fazer o melhor e atender os vereadores.

Há um engano, entretanto, relacionado ao pensamento da maioria dos vereadores. 
Um grande número de projetos não significa necessariamente qualidade de atuação. 
A atuação dos vereadores e no conjunto da Câmara precisa ser feita levando em conta a sua fiscalização do Poder Executivo, a sua defesa dos interesses da população e do Município, em primeiro lugar.

Há vereadores com atuação interessante, dedicados a contribuir de formas positivas com a Câmara, o Município e a população. Faço o registro por que de fato as avaliações sobre os vereadores precisam ser mais profundas, além de números de proposições, levando em conta seu trabalho, suas realizações, sua dedicação a temas coletivos, de interesse da população e, principalmente, seus votos nos projetos, especialmente aqueles de autoria do Poder Executivo.

Entre os projetos considerados de destaque não foram incluídas as aprovações para empréstimos do Executivo, que aumentam a dívida e têm impacto direto nas próximas gestões do município.

Neste caso é justo destacar os vereadores que se manifestaram contra os empréstimos (em ordem alfabética): Chico Caiana (PTB), Dr. Jamal (PSL), Jean Marques (PV) e William Gentil (PTB).

Abaixo, a nota que publicamos ontem, com os números e uma avaliação da assessoria:

A Coordenadoria de Comunicação Social da Câmara de Maringá, com apoio da Divisão Legislativa e Cerimonial, divulgará, agora à tarde, um balanço dos números de projetos votados pelos vereadores durante o primeiro semestre legislativo, que começou em 5 de fevereiro e teve sessões até 11 de julho.

Tivemos acesso a alguns destes números: foram 43 sessões ordinárias, 185 projetos de lei ordinárias, 57 projetos de lei complementar, 920 requerimentos de informação e 1.052 indicações.

Pela avaliação dos setores internos da Casa de Leis, o semestre foi produtivo e contou com alguns projetos importantes, como a proposta e depois aprovação do Refis 2019 e também a aprovação dos projetos da Zeis, que permite a transformação de lotes na cidade em Zona Especial de Interesse Social.

 

CÂMARA DE SARANDI REALIZA SESSÃO EXTRAORDINÁRIA INÉDITA
A Câmara Municipal de Sarandi quebra o recesso, hoje, para realizar uma sessão extraordinária. Até aí, tudo certo.

Mas qual é a pauta?

Item único - Projeto de Lei 2826/2019, de autoria dos vereadores Nildão, Carlos Falaschi Leão, Cilas de Souza, Diocar, Gilberto de Pinas e Nito, denominando o Centro Municipal de Educação Infantil do Jardim Castelo de CMEI Pioneira Tereza Escopeli Volpato.

Por que a votação desse projeto em sessão extraordinária? Porque um projeto do Poder Executivo, encaminhada à Câmara, não foi aprovado. A solução encontrada foi os vereadores assinarem um projeto coletivo e reapresentar.

Há dois vereadores contrários: Eliana Trautwein e Erasmo da Saúde. O vereador Cido Polícia está em viagem, aproveitando o recesso.

Surgiu uma informação que os vereadores que são contra o nome do CMEI estariam atrapalhando a abertura de vagas à população. Na prática, eles defendem que o CMEI seja nominado como anexo a uma outra unidade escolar, construída ao lado, o que agilizaria, inclusive, a abertura das 350 vagas.

A divisão faz parte, sem dúvida, do processo político na cidade, que se acirrará muito para as eleições de 2020.

A sessão curiosa acontecerá no começo da tarde.

 

IBGE VAI LEVANTAR DADOS SOBRE AUTISTAS, NOS CENSOS
O presidente Jair Bolsonaro sancionou ontem a lei 13.861/2019, que inclui dados específicos sobre autistas no Censo do IBGE.

Essa era luta de pais de autistas e dos autistas, no sentido de ter uma visão mais ampla do espectro, base para políticas públicas e projetos privados.

No momento da assinatura, o presidente disse o seguinte: “Se hoje o autismo teve uma vitória, foi principalmente por causa desta mulher que tem um coração enorme: Michelle Bolsonaro”.

Participou da assinatura e a divulgou nas redes sociais, Marcos Mion, que é ativista da causa e tem um filho autista.

Notícias da mesma editoria