Carreata pede volta às aulas em Maringá
Foto: Vanessa Bellei

Movimento

Carreata pede volta às aulas em Maringá

Educação por Victor Simião em 08/10/2020 - 16:14

Os participantes são pais e mães que se mobilizaram pelas redes sociais. Eles querem que escolas municipais e privadas voltem a atender de forma híbrida.

Pais e mães de crianças e adolescentes fizeram uma carreata no centro de Maringá. Foi na tarde desta quinta-feira (08). O motivo, um pedido: o de volta às aulas de forma híbrida, ou seja, parte online, parte presencial. A solicitação foi para chamar a atenção das autoridades públicas, para que autorizem o trabalho das escolas privadas e municipais.

O Governo do Paraná tem dito que avalia um plano de retorno às aulas nesse modelo ainda neste mês. No caso do município, nesta semana a Prefeitura de Maringá liberou o atendimento presencial de forma individual nas escolas privadas. Por conta da pandemia da Covid-19, o Estado é quem irá determinar a volta ou não do ensino de forma presencial.

Os automóveis na carreata estavam com bexigas e mensagens pedindo o retorno do ensino. De modo geral, as aulas têm ocorrido de forma online.

Uma das mães que pedem o retorno às aulas é a Marcia Satiko Ide. O filho dela tem 22 anos, mas, por conta de algumas deficiências, tem a idade mental de 4 anos. Segundo ela, muitos não têm como participar de aulas online. [ouça no áudio acima]

O movimento que resultou na carreata foi organizado por um grupo nas redes sociais. Uma das responsáveis é a jornalista Vanessa Bellei. Mãe de duas crianças, ela afirmou que o movimento quer que os pais escolham se levam os filhos ou não à escola. [ouça no áudio acima]

O presidente da Câmara de Vereadores de Maringá recebeu os pais nesta quinta-feira (8) para conversar sobre o assunto.

Atualizado às 16h53: Em nota, a prefeitura de Maringá informou que "o retorno das aulas presenciais depende  do Governo do Estado e que qualquer decisão nesse sentido será tomada levando em consideração os dados relacionados à pandemia"