Com mais público, feirinha de adoção chega a doar até 20 animais em um dia
Luciana Peña/CBN Maringá

Praça do Bem

Com mais público, feirinha de adoção chega a doar até 20 animais em um dia

Meio Ambiente por Luciana Peña em 14/11/2021 - 14:45

É a feirinha realizada todo domingo na Praça do Bem. Maringá é talvez a única cidade do país a ter uma praça exclusiva para a causa animal. Mais conhecida como a praça da adoção e que em breve vai ganhar bebedouros para os pets

Para que servem as praças? O historiador Miguel Fernando diz que as praças são ponto de encontro, referência para se localizar dentro da cidade... e apropriadas pela população ganham nomes bem peculiares.  A praça da igreja, por exemplo. [ouça o áudio acima]

Então está explicado por que Maringá tem uma praça que ganhou o nome de Praça da Adoção de Animais, ou Praça do Bem. 

A causa animal vem fincando raízes na cidade. 

Maringá tem lei que pune com multa de até 10 mil reais quem maltrata animal. E em quatro anos o serviço público castrou 21 mil cães e gatos. Imagina o impacto disso na população de animais de rua. O secretário de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal Marco Antônio Lopes Azevedo diz que é só fazer a conta. [ouça o áudio acima]

A castração é uma das frentes da causa animal. A outra é a doação de filhotes e cães e gatos adultos resgatados das ruas e que precisam de um lar.

A Praça da Adoção criou um ponto de referência em Maringá. Quem é da cidade ou da região sabe que ali, todo domingo, tem feirinha de adoção, diz o vereador Flávio Mantovani, um dos idealizadores da Praça do Bem. [ouça o áudio acima]

A praça ganhou bancos para descanso, brinquedos para crianças, demarcação no chão para os animais da feirinha, patinhas, que são a assinatura de quem manda na praça, e em breve vão ser instalados bebedouros para pets.

E a Praça do Bem espalha amor pelos animais. Marco Aurélio Andrade hoje é ativista da causa animal e tudo começou quando encontrou Dora na feirinha. [ouça o áudio acima]

Com a flexibilização das regras sanitárias, a feirinha voltou a receber um público maior e a cada domingo chega a doar de 10 a 20 animais.

A praça do Bem-Estar está localizada entre as avenidas São Paulo e XV de Novembro, no Largo Júlio Esteves, perto do Parque do Ingá.