Governo do Paraná autoriza atendimento extracurricular em escolas
Imagem Ilustrativa/Foto: AEN

Educação

Governo do Paraná autoriza atendimento extracurricular em escolas

Educação por Victor Simião em 10/10/2020 - 12:45

A partir de 19 de outubro, estabelecimentos públicos e privados podem trabalhar com reforço, curso de idiomas, entre outros. As aulas presenciais seguem proibidas. A Prefeitura de Maringá disse que irá avaliar como a ação irá ocorrer nas escolas municipais. Pais deverão assinar termo assumindo responsabilidade. 

Após sete meses de pandemia da Covid-19, o Governo do Paraná decidiu começar a flexibilizar a situação das escolas no estado.  Após registros de manifestações em diversas cidades como Maringá, pedindo a reabertura desses estabelecimentos, a gestão Ratinho Júnior adotou uma medida: a de abrir as instituições estaduais, municipais e privadas para as atividades extracurriculares. A decisão está em uma resolução da Secretaria Estadual de Saúde, do dia 09 de outubro. As atividades podem ser feitas a partir de 19 deste mês. 

Como ação extracurricular, o Governo do Paraná permite reforço, atendimento pedagógico individualizado, cursos de idiomas, entre outros. As aulas presenciais seguem suspensas. Máscaras e outros itens para evitar o contágio da Covid-19 são obrigatórios. 

Em uma resolução da Secretaria de Educação do Paraná, ficou determinado que os pais devem assinar um termo permitindo que os filhos participem das atividades extracurriculares.

Ao longo dos últimos dias, a Prefeitura de Maringá vinha sendo pressionada quanto a esse assunto. A resposta era a de que cabia ao Governo do Paraná a liberação das aulas. Agora, com essas resoluções, a CBN procurou o Executivo. A resposta, via assessoria de imprensa, é a de que o tema será levado para discussão no Comitê de Operação Emergencial (COE) e equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde para análise. Alguma resposta oficial deve ser dada nos próximos dias.

Há poucos tempo o Sinepe/NOR, que representa as escolas privadas de Maringá, conseguiu liberação para atendimento psicológico individualizado. As resoluções do Governo ampliam a atuação agora. São medidas que nos ajudam, diz o vice-presidente do sindicato, professor José Carlos Barbieri. 

O Paraná tem em torno de 4.700 mortes por Covid-19 e pouco menos de 190 mil casos confirmados da doença.