Justiça determina fechamento de abatedouro de Cianorte por 14 dias
No início do mês a empresa afastou 800 trabalhadores para evitar a contaminação de mais pessoas – Foto: Arquivo Avenorte

Infectados

Justiça determina fechamento de abatedouro de Cianorte por 14 dias

Paraná por Fabio Guillen/GMC Online em 22/06/2020 - 15:35

A Justiça determinou o fechamento da Avenorte, abatedouro de aves de Cianorte, por 14 dias, para evitar novas contaminações de colaboradores pela covid-19. 

A decisão, protocolada na última sexta-feira, 19, atende um pedido do Ministério Público do Trabalho do Paraná (MPT-PR), que ajuizou uma ação civil pública na Justiça pedindo o fechamento da unidade.

De acordo com o MPT-PR, as medidas adotadas pelo frigorífico foram insuficientes para evitar a contaminação dos trabalhadores. Até o momento são 193 funcionários contaminados na Avenorte.

A liminar determina que os trabalhadores sejam afastados por pelo menos 14 dias. O MPT também pediu que a empresa faça testes para covid-19 em todos os colaboradores e que a Regional de Saúde de Cianorte acompanhe todos os casos. 

Em caso de descumprimento da decisão, a empresa poderá ser multada em R$ 500, por funcionário. 

Outro lado

A reportagem entrou em contato com a Avenorte na tarde desta segunda-feira, 22. Segundo informações do departamento de comunicação da empresa, a diretoria da Avenorte está em reunião na tarde desta segunda para discutir o assunto. Em breve eles farão um pronunciamento, segundo o departamento de comunicação. 

Empresa afastou 800 trabalhadores neste mês

A Avenorte afastou 800 trabalhadores por medidas de segurança contra a covid-19 no início deste mês. Em entrevista ao GMC Online no dia 3 de junho, o prefeito de Cianorte, Claudemir Bongiorno, que também é sócio da empresa, disse que o afastamento era para evitar a contaminação de novos trabalhadores. 

“Fizemos isso por medida de segurança. Esses 800 não estão contaminados, mas ficarão em casa por 14 dias. Graças a Deus nenhum trabalhador teve complicação até o momento. Estamos fazendo de tudo para enfrentar o problema da melhor maneira possível”, disse o prefeito de Cianorte em 3 de junho deste ano.