Municípios precisam gerir doses de vacina, diz Sesa
Ministério da Saúde

Imunização

Municípios precisam gerir doses de vacina, diz Sesa

Saúde por Luciana Peña em 27/07/2018 - 12:30

A Secretaria de Estado da Saúde, em nota enviada à CBN Maringá como resposta à reportagem sobre a falta de vacinas em Apucarana, informou que é preciso gerenciar bem as doses disponíveis porque desde 2017 o Ministério da Saúde tem reduzido as remessas aos estados. É uma forma de se evitar desperdício. A Sesa explica que algumas vacinas precisam ser utilizadas em até poucas horas depois da abertura dos frascos. Por isso a aplicação tem que ser concentrada em algumas salas de vacinas dos municípios para evitar perdas. A pólio, por exemplo, são 25 doses por frasco. Apucarana já recebeu as doses para a campanha nacional copntra pólio e sarampo que começa em 6 de agosto. A Sesa explica ainda que a vacina tetra viral pode ser substituída por uma dose da vacina tripla viral + uma dose de vacina contra varicela. O que já vem sendo feito desde o ano passado e sem prejuízo à população vacinada. “Cabe ao município gerenciar as doses disponíveis de modo a atender a todo público-alvo de cada vacina”, concluiu a nota.