Paraná lidera ranking de empregos formais no setor privado no país
Reprodução/EBC

IBGE

Paraná lidera ranking de empregos formais no setor privado no país

Por Carina Bernardino em 15/08/2019 - 18:40

Crescimento foi de 4,2% no segundo trimestre. No período, a taxa de desemprego no estado permaneceu estável, em 9%. Enquanto no Brasil, o índice caiu para 12%, no comparativo com 2018. 

Player Ouça a reportagem

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nesta quinta-feira (15) dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) realizada entre os meses de abril, maio e junho. No primeiro trimestre, a taxa média de desemprego era de 12,7% e no segundo trimestre, recuou para 12%. São 12,8 milhões de trabalhadores desempregados no Brasil. O levantamento também mostra que um em cada quatro desempregados procura emprego há pelo menos dois anos no país. De acordo com a supervisora da Pnad Contínua no IBGE de Maringá, Aline Corrêa Sobral Melo, apesar da redução na taxa nacional de desemprego, no Paraná a taxa permaneceu estável, em 9%. 

A Pnad também aponta que a taxa de desemprego caiu em dez das 27 unidades da Federação, entre os dois primeiros trimestres do ano. O Paraná lidera o ranking de empregados com carteira assinada no setor privado no comparativo com o mesmo período do ano passado. Já entre os trimestres, o crescimento foi de 3,4%, mas o rendimento médio dos paranaenses caiu. A supervisora local da Pnad explica o que são pessoas desocupadas durante a pesquisa.  

Segundo o IBGE, a redução na taxa de desemprego no Brasil pode ter sido puxada pela informalidade ou por um movimento sazonal de recuperação nas contratações. Os dados da próxima Pnad, dos meses de julho, agosto e setembro, serão divulgados em 14 de novembro. Em todo o país, são mais de 210 mil domicílios pesquisados todo o trimestre. 

Notícias da mesma editoria