Pessoas com deficiência intelectual podem casar, reconhecer filhos e fazer testamentos

Cartórios

Pessoas com deficiência intelectual podem casar, reconhecer filhos e fazer testamentos

País por Luciana Peña em 25/09/2020 - 15:46

Estes são alguns dos atos em cartórios que desde 2015 podem ser realizados por uma pessoa com deficiência intelectual de forma autônoma, sem um curador.  O direito foi reconhecido no Estatuto da Pessoa com Deficiência aprovado em lei em 2015. É o que explica a presidente da Anoreg, Associação de Notários e Registradores do Estado do Paraná, Mônica de Macedo Dalla Vecchia. Na última segunda-feira (21), foi comemorado o Dia  Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência.  É uma semana para relembrar e reforçar os avanços conquistados.

Ouça a entrevista: