Audiência pública debateu queima de fogos de artifício com estampido
Divulgação

Contra ou a Favor?

Audiência pública debateu queima de fogos de artifício com estampido

Por Luciana Peña em 08/11/2018 - 09:10

A audiência foi realizada na Câmara de Maringá na noite dessa quarta-feira (7). Participaram entidades ligadas a idosos, crianças autistas e à causa animal. Comerciantes de fogos também contribuíram com o debate.

Player Ouça a reportagem

De um lado quem vende fogos de artifício. Comerciantes que faturam com a venda de rojões e que geram empregos. Do outro, entidades que defendem o fim da venda dos fogos de artifício que produzem muito barulho. O som dos fogos é um incômodo para idosos, principalmente os acamados, crianças autistas, recém-nascidos e animais. A audiência pública foi proposta pelo vereador Flávio Mantovani. Ele tem um projeto para proibir a venda de fogos com barulho em Maringá. O colega dele, Odair Fogueteiro, é comerciante do ramo de fogos de artifício e também participou da audiência.

O vereador Flávio Mantovani conseguiu mais de 50 mil assinaturas a favor da proibição da venda de fogos com barulho. Ele acredita que a audiência reforçou o desejo de grande parte da sociedade.

O projeto que proíbe a venda de fogos com barulho em Maringá passou por todas as comissões da Câmara e está pronto para ir ao plenário.

Notícias da mesma editoria