Jovem é executado a tiros durante festa em  Ângulo
Foto: Ilustrativa/Cléber França/GMC Online

Região

Jovem é executado a tiros durante festa em Ângulo

Paraná por Luciana Peña em 19/10/2020 - 11:51

É o segundo homicídio ocorrido este ano na cidade. O prefeito diz que o efetivo da Polícia Militar é pequeno e os moradores estão assustados.

Ângulo tem 3 mil habitantes. É uma cidade pequena e sempre foi tranquila, típica do interior. Mas a tranquilidade está ameaçada.

Neste fim de semana um jovem foi assassinado durante uma confraternização familiar.

Foi o segundo homicídio registrado na cidade este ano. Além desses casos, houve uma tentativa de homicídio.

De acordo com o boletim da Polícia Militar, divulgado pela 9ª Cia Independente da PM, de Colorado, o caso do fim de semana tem sinais de execução.

Dois homens armados invadiram uma casa onde estava sendo realizada uma confraternização entre amigos e familiares.

Eles ordenaram que as pessoas colocassem as mãos na cabeça e foram em direção à vítima, que tentou fugir, entrando num dos cômodos, mas acabou levando 11 tiros, inclusive quando já estava caída no chão, e morreu.

A vítima é um jovem de 20 anos, morador de Iguaraçu.

Segundo a PM, no ano passado não houve nenhum homicídio em ngulo, e os casos deste ano têm relação entre si. Para a polícia, são acertos de conta.

Testemunhas identificaram os autores do crime.

O prefeito de Ângulo, Rogério Aparecido Bernardo, diz que os moradores estão assustados. Ele acredita que ngulo precisa de mais policiais militares. Hoje são dois policiais e uma viatura para o patrulhamento de Ângulo e outras duas cidades da região. [ouça no áudio acima]


A CBN entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública para comentar a questão da segurança em Ângulo e aguarda um retorno.

Atualizado em 20.10 às 8h - Em nota a Sesp respondeu que:

"A Secretaria da Segurança Pública informa que realiza o patrulhamento preventivo e ostensivo constantemente em todas as regiões do Estado, por meio da Polícia Militar, inclusive nessa cidade.  
Além disso, cabe à Polícia Civil a investigação de todos os crimes que ocorram no Paraná. A Segurança Pública acredita que identificando e prendendo os suspeitos, a chance de reincidência criminal reduz e acaba por inibir que as ocorrências aconteçam novamente, e é isso que as polícias estão fazendo.

Por fim, a Sesp ressalta que as polícias distribuem as equipes de acordo com estatísticas criminais e planejamento estratégico, o que permite que a cada período específico as forças policiais mudem a forma de atuação em cada região do Estado. A forma de atuação é feita de acordo com a Área Integrada de Segurança Pública (AISP), e Ângulo é correspondente à 17ª AISP, com sede em Maringá."