Obras de recuperação do Contorno Sul estão novamente paradas
Arquivo/PMM

2ª vez

Obras de recuperação do Contorno Sul estão novamente paradas

Por Carina Bernardino em 16/08/2019 - 17:38

Prefeitura diz que paralisação nos serviços é para ajustes de contrato, mas não informou o que está sendo alterado. 

Às 18h50 a Semusp informou que as aterações que serão feitas no contrato são estruturais. O áudio com a resposta foi acrescentado na reportagem abaixo. 

Player Ouça a reportagem

As obras de recuperação do Contorno Sul de Maringá iniciaram em fevereiro deste ano e foram paralisadas dias depois sem aviso prévio. O contrato com a Extracon Mineração e Obras é no valor de R$ 12,6 milhões. A paralisação ocorreu após um pedido de realinhamento de R$ 1,2 milhão, em que a empresa alegou aumento no preço do cimento asfáltico, que subiu 30% nos últimos meses.

A prefeitura de Maringá não aceitou a solicitação, ameaçou suspender o contrato e convocar a segunda colocada na licitação. Isto aconteceu no final de março. No começo de abril, a prefeitura anunciou que a Extracon iria continuar as obras no Contorno Sul e que ainda estava analisando o pedido de realinhamento de preços. Nesta sexta-feira (16), a CBN recebeu uma mensagem de um ouvinte dizendo que as obras estão novamente paralisadas. A informação foi checada e confirmada. A Secretaria de Serviços Públicos disse que os serviços estão paralisados por causa de ajustes no contrato, que dependem do Governo Estadual. Mas o secretário Vagner de Oliveira não informou que tipo de ajuste está sendo feito. Mesmo assim, ele afirmou que a obra segue o cronograma previsto, de ser finalizada até julho de 2020. 
 
No dia 10 de junho, em entrevista à CBN, o secretário de Serviços Públicos disse que a recuperação do contorno está sendo executada por partes. A primeira é retirada da camada mais profunda do asfalto, que está deteriorada, e a construção de canaletas para drenagem da água da chuva. A obra é custeada por meio de um convênio do Governo do Estado. A CBN enviou uma mensagem para o engenheiro responsável pela execução da obra pela Extracon, que foi visualizada, mas ainda não respondida. 

Notícias da mesma editoria