Observatório Social avalia “checklist” da Prefeitura de Maringá
Foto: Divulgação/PMM

Acompanhamento

Observatório Social avalia “checklist” da Prefeitura de Maringá

Política por Victor Simião em 15/07/2020 - 18:14

Executivo decidiu criar uma lista de pré-requisitos para que as dispensas de licitações sejam feitas durante a pandemia. A entidade, que costuma criticar os certames do município, gostaria que o “checklist” fosse aplicado a todas as secretarias. A Prefeitura diz não haver nenhum plano nesse sentido no momento.

O Observatório Social de Maringá, entidade da sociedade civil organizada que acompanha gastos públicos, elogiou uma medida da Prefeitura. O Executivo, por meio da Controladoria-geral do Município, decidiu criar uma lista de verificação para os processos de dispensa de licitação durante a pandemia. Em outras palavras determinou que antes de uma licitação do tipo dispensa ser feita é necessário seguir um ‘checklist’. A informação foi divulgada pela CBN na terça-feira (14).

O Observatório costuma criticar a forma como os certames são feitos. Por isso, considerou a medida positiva, já que evita possíveis problemas na formulação do processo.

Em resumo, antes de uma licitação ser feita é necessário seguir alguns procedimentos, como cotação de preços e descrição clara do produto. Caso esses passos não sejam seguidos, o certame pode ser impugnado - o que já aconteceu em uma ou outra situação. Em linhas gerais, cada secretaria é responsável por fazer licitações. E é para os responsáveis em cada pasta que o checklist - ou lista de verificação - é voltado.

A determinação vale para o período de pandemia. E o foco está nas chamadas dispensas de licitação, autorizadas pelo Governo Federal para serem usadas no combate ao coronavírus. Essa modalidade é menos burocrática porque deixa para o município a cotação e a escolha de quem contratar - algo que não é tão simples em outros tipos de certames.

De acordo com a membro do OSM, Cristiane Tomiazzi, a ação da Prefeitura é louvável. O que se espera é que ela seja ampliada para outras pastas também. [ouça no áudio acima]

Procurada, a Prefeitura de Maringá disse que não há nenhuma avaliação interna para ampliar a lista de verificação, mas que busca constantemente melhorar as licitações.

Das quase 50 voltadas ao combate à Covid-19 na Prefeitura, quase todas foram do tipo dispensa.

O Observatório Social de Maringá diz que tem acompanhado os processos.