“Os postos são tão prejudicados quanto os consumidores”, afirma Paranapetro
Imagem Ilustrativa | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Aumento

“Os postos são tão prejudicados quanto os consumidores”, afirma Paranapetro

Economia por Letícia Tristão em 19/02/2021 - 16:05

O aumento no preço dos combustíveis mobilizou um protesto dos motoristas por aplicativo nos postos de Maringá. Mas, segundo a Paranapetro, o aumento no preço dos combustíveis está mais relacionado aumento dos impostos.

O aumento nos preços dos combustíveis anunciado pela Petrobrás nessa quinta-feira (18) mobilizou os motoristas por aplicativo em Maringá. Eles protestam contra o aumento que já passou a vigorar nos postos. Mas segundo o diretor regional da Paranápetro antigo Sindicombustíveis, Nelson Gremaschi, a partir do dia em que foi anunciado, o aumento pode passar a valer. Isso porque desde o anúncio, os postos já não encontravam mais combustível para comprar com o preço anterior. Alguns postos que tinham estoque, poderiam manter o valor anterior, mas quem não tinha, teria mesmo de subir. [ouça no áudio acima]

Segundo ele, a manifestação dos motoristas é compreensível. Mas os postos não têm culpa. Ele explica que o valor dos impostos sobre o combustível é que o que encarece. [ouça no áudio acima]

E vem mais aumento por aí. Segundo Nelson, caso a receita reajuste o valor do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), no dia 1º de março, o preço da gasolina deve subir pelo menos 8 centavos. [ouça no áudio acima]

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550