Procon recolhe álcool em gel reprovados em teste e notifica marcas
foto: Aldemir de Moraes / PMM

Maringá

Procon recolhe álcool em gel reprovados em teste e notifica marcas

Cidade por Redação CBN Maringá em 24/08/2020 - 20:36

Após análise realizada pelo laboratório de farmácia da UEM que reprovou 47% das amostras de álcool em gel coletadas, o Procon de Maringá notificou as marcas e recolheu os produtos.

A Prefeitura de Maringá, por meio da assessoria de imprensa, divulgou os nomes das marcas reprovadas e informou que elas têm 10 dias para apresentarem defesa para o Procon.

 Leia o texto: 

O Procon de Maringá encaminha notificações para marcas de álcool em gel que foram reprovadas em teste de qualidade e rotulagem. Produtos irregulares serão recolhidos dos estabelecimentos. Resultado divulgado na semana passada apontou que entre 32 marcas analisadas, 79% foram reprovadas na rotulagem e 47% no teor alcoolico. O que coloca usuários em risco pela prevenção contra coronavirus. Ministério Público e a Vigilância Sanitária para procedimentos devidos.

As reprovadas no teor alcoolicos foram Harina, Lexun´s, Eleva, Lipson, Embelleze, Total Protect, Leclerc, Giovana Baby, Riogel, Linderm, Natural, Lifar, Lola, Salvatore Laevia e Alian. Marcas tem dez dias úteis para apresentarem defesa para Procon após notificação. Teste foi feito pelo Departamento de Farmácia da UEM, em parceria que mantém com Procon.

Produtos devem atender determinações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Caso problema continue, Procon pode multar, entre outros procedimentos e sanções. Multa varia entre R$ 720 e R$ 9 milhões. Caso pode resultar até em recolhimento dos produtos e num recall por parte das marcas.

Caso a prefeitura divulgue a defesa das empresas, A CBN Maringá também fará a publicação