Semana deve ter decisão sobre CP na Câmara de Maringá
Acompanhe O Assunto é Política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20

O Assunto é Política

Semana deve ter decisão sobre CP na Câmara de Maringá

Por Diniz Neto em 14/05/2018 - 09:49
Player Ouça o boletim

Quer fazer contato com o jornalista Diniz Neto, encaminhar uma sugestão? Envie e-mail para oassuntoepolitica@cbnmaringa.com.br ou mande uma mensagem para o WhatsApp da CBN Maringá. O número é (44) 99877 9550

 

TEMPO Faltam 146 dias para as eleições.

 

FERIADO DOS 71 ANOS
Hoje é feriado municipal em Maringá para as comemorações dos 71 anos do município.

Está acontecendo agora o desfile cívico/militar, uma tradição da cidade.

Hoje a entrada no Parque de Exposições, no último dia da 46ª Expoingá, é feira com um quilo de alimento.

A partir das 15 horas tem o projeto CURA RUA, no estande da Prefeitura, realização da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (SASC) e da Gerência da Juventude. Instrumentos da cultura urbana utilizados como integração, inserção e combate ao uso de drogas e violência.

À noite acontece o show de aniversário, com Bruno e Marrone. Os ingressos já estão esgotados, desde sexta-feira. Foram trocados por um quilo de alimento. Ao todo foram cerca de 10 mil ingressos.

 

DECISÃO SOBRE CP DA CÂMARA NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Deve sair nesta semana a decisão sobre a Comissão Processante da Câmara Municipal de Maringá contra o vereador Homero Marchese.

Há uma grande expectativa em relação ao resultado desta ação, proposta pelo vereador, que tenta provar irregularidades cometidas na constituição da Comissão Processante.

Um dos argumentos é a desconsideração do peso das bancadas dos partidos.

A Câmara sustenta, na sua defesa, que agiu de acordo com as normas da casa.

 

SUPLENTE VAI PLEITEAR A VAGA DO VEREADOR DO CARMO

Como nós havíamos comentado, esta solicitação da cadeira do vereador poderia surgir, na Justiça.

Vi no Saiba Já Jornal Online a informação, inclusive com cópia da petição, que o médico Jamal Ali Mohamad Abou Fares está ingressando com ação na justiça com objetivo de assumir a vaga, na condição de suplente.

Alguns dos questionamentos já havia sido publicados no Blog do Rigon.

A alegação é de que não havia janela para troca de partidos para vereadores.

O vereador Do Carmo argumenta que somente trocou de partido em razão da sua exclusão do PR, o que o liberou juridicamente para ingressar no PSL.

Pelo, jeito, porém, a decisão sobre o assunto ficará com a justiça.

Vamos acompanhar.

 

MAIS ATIVIDADES DOS CANDIDATOS

Ratinho Junior esteve em Marialva, acompanhando a Festa da Padroeira Nossa Senhora de Fátima. O seu colega de Assembleia Legislativa, deputado estadual Evandro Araújo (PSC), que é de Marialva, o acompanhou.

Na passagem pela Expoingá, Osmar Dias foi homenageado com um bolo de aniversário. Ele estava completando 66 anos, no dia 10 de maio.

A governadora Cida Borghetti passou algumas vezes pela Expoingá. Esteve com produtores rurais, prefeitos e vereadores da região.

 

COLORADO O prefeito Marcos Mello está implantando no município um sistema inovador de separação e destino final de resíduos sólidos.

Uma empresa de Curitiba desenvolveu uma usina que separa os resíduos sólidos domésticos. Colorado quer ser modelo e referência no gerenciamento e destinação de resíduos.

O sistema que está sendo implantado foi apresentado previamente ao Ministério Público.

 

EMATER E AGRICULTURA

Emater é a sigla do Instituto Paranaense de Assistênci9a Técnica e Extensão Rural.

Realiza um trabalho de grande relevância no campo, ajudando a fazer políticas públicas, a levar informação qualificada aos produtores, de forma muito especial aos pequenos produtores e à agricultura familiar.

Visitei a Fazendinha, na Expoingá. Lá estão expostos trabalhos de pesquisa e desenvolvimento realizados pelos técnicos e extensionistas.

O trabalho feito com o café do Paraná, nos últimos 20 anos, dá um livro. Com apoio aos produtores foi possível reinserir o café do estado entre os melhores do país. E a nossa região tem importantes e qualificados produtores.

Técnicos de plantio, de diversas culturas, também estão em exposição.

Chama a atenção o entusiasmo da equipe, em todas as áreas. O orgulho com que mostram o seu trabalho.

Também encontrei por lá engenheiros agrônomos de instituições de ensino superior. Doutores, assim como alguns servidores da Emater, presentes, trocando informações e participando do desenvolvimento da nossa agricultura.

 

ELEIÇÃO DIFÍCIL E DIFERENTE

O quadro geral que cerca as eleições deste ano, no nível estadual e nacional, é diferente, em vários aspectos, e muito complexo.

A crise ética e política trava o país, com reflexo nos estados.

As denúncias contra agentes públicos não cessam, investigações também não.

Lado positivo: as instituições, públicas e privadas, junto com os brasileiros, estão conseguindo manter o país em movimento. Convenhamos, na atual situação, muitos países já teriam sofrido uma ruptura.

As diferenças se acentuam relação à legislação eleitoral, a começar pelo financiamento das campanhas, que dá aos partidos e seus dirigentes um enorme poder. Eles decidem quem serão os candidatos e como será o financiamento das suas campanhas, o que afeta a viabilidade das candidaturas.

Temos comentado aqui que esta eleição deverá ter um elevado número de reeleitos, em razão das diretrizes eleitorais.

Por outro lado, estamos vivendo um período de muitas informações, seguidas de um número ainda mais de contrainformações, de notícias falsas (fake news), em ambiente onde das acusações e criminalização da política e das gestões públicas se tornou um clichê.

No meio de tudo isto quem trabalha com comunicação tem a dificílima tarefa de ler o quadro com isenção e discernimento e repassar informações para o seu público de ouvintes, leitores e telespectadores. Tarefa muito, muito desafiadora, neste cenário.

 

O QUE PENSAM OS CANDIDATOS

As convenções partidárias se aproximam rapidamente. Faltam 84 dias para as convenções, menos de 12 semanas, menos de três meses. Para as eleições faltam menos de cinco meses.

As pessoas estão tentando saber o que pensam os pré-candidatos.

Para o governo do estado temos visto Osmar Dias em oposição direta ao atual governo, Ratinho Junior com algumas ideias de mudanças e a governadora, com seu nome também colocado como candidata, realizando várias mudanças. Se percebe um estilo mais aberto e mais velocidade em decisões, exigências do tempo até o fim do ano.

Para presidente, acompanhei um debate que foi realizado em Gramado, no Rio Grande do Sul.

Cinco pré-candidatos à presidência da República participaram, quinta-feira, de painel na Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE).

Álvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (PMDB) e Manuela D'Ávila (PCdoB) fizeram o debate "Panorama político nacional", mediado pela jornalista Rosane de Oliveira.

Cancelaram a participação no debate os candidatos Flávio Rocha (PRB), Geraldo Alckmin (PSDB), Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede) e Rodrigo Maia (DEM).

Mudança - Alvaro afirmou que “refundação da República não é slogan. É a necessidade de um país. Ou o Brasil muda ou seremos atropelados”. Ele defendeu tolerância zero no combate ao crime.

Judiciário - Ciro Gomes (PDT) e Guilherme Boulos (PSOL) fizeram manifestações contra um suposto excesso da atuação do Poder Judiciário.

Novo país - Ciro falou de mudanças estruturais que o país precisa fazer. Lembrou que há mais trabalhadores informais (37,4 milhões) do que com carteira assinada (32,8 milhões).

Comunidade - Guilherme Boulos (PSOL), um dos mais destacados líderes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), defendeu a participação comunitária na gestão pública.

Igualdade - Manuela D’Ávila defendeu o combate às desigualdades, econômicas e entre mulheres e homens”. Para Manuela, há relação estreita entre a violência e as desigualdades.

Meirelles - Citou os avanços na economia e disse que é preciso um cenário de segurança institucional para o país crescer e voltar a gerar trabalho, renda e prosperidade.

Mas a ausência do Bolsonaro, por exemplo, tira a possibilidade de acompanhar a sua participação entre os demais candidatos, seu comportamento e como defenderá as suas ideias.

 

TWITTER

Como já dissemos, as redes sociais terão papel relevante na campanha.

Bolsonaro disse no Twitter que vai revogar, em 2019, a implantação das placas de veículos no padrão do Mercosul. São placas com quatro letras e três números. Foram propostas em 2014, para implantação em 2016, depois em 2017, agora em 1º de setembro e há três dias o começo da implantação ficou para 1º de dezembro.

As novas placas serão colocadas nos novos carros e nas trocas de propriedade. As demais poderão ser trocadas até 2023.

Bolsonaro acha que essa troca não deve ser feita e vai cancelar a medida se for presidente.

A deputada estadual do Rio Grande do Sul Manuela D’Ávila (PC do B) ultrapassou Jair Bolsonaro (PSL) e assumiu a liderança no ranking de visibilidade e relevância dos pré-candidatos à Presidência da República no Twitter, na semana de 3 a 10 de maio. A grande surpresa da semana, porém, foi o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa que, com apenas um tuíte comunicando que não iria mais concorrer, saltou de 13º para 3º lugar no ranking. Na subida, Barbosa abocanhou parte da visibilidade de todos os seis primeiros colocados, segundo análise semanal conduzida pela AJA Solutions, empresa parceira da Factual Informação e Análise.

As redes sociais são feitas de diálogo e a saída de Barbosa era a novidade que todo mundo queria contar e falar a respeito. Essa dinâmica acabou reduzindo a share de relevância dos outros candidatos na semana. A natureza das redes também explica por que a visibilidade de Bolsonaro está em queda e a de Manuela, em alta nas últimas duas semanas.

Apesar de ter seis vezes mais seguidores do que Manuela, o pré-candidato do PSL tem variado pouco o discurso, que tem ressonância apenas entre seus seguidores já conquistados, sem conseguir sensibilizar uma audiência maior.

Aí alguém pergunta: e o que muda isso na campanha? Por enquanto, praticamente nada. Mas é interessante acompanhar.

Noticias Relacionadas