Servidores públicos protestam contra a reforma administrativa
Foto: Luciana Peña/CBN Maringá

Manifestação

Servidores públicos protestam contra a reforma administrativa

Política por Luciana Peña em 30/09/2020 - 11:28

A manifestação está sendo realizada na Praça da Catedral de Maringá. Eles argumentam que a reforma administrativa apresentada pelo Governo Federal prejudica os servidores do Executivo, com menores salários, e deixa de fora privilégios do Legislativo e Judiciário. Na avaliação dos manifestantes, a reforma vai afetar a qualidade do serviço público.

No Congresso Nacional, parlamentares analisam a reforma administrativa enviada pelo Governo Federal.

Nas ruas, em várias partes do país, começam a pipocar manifestações contrárias à proposta.

Nesta quarta-feira (30) em Maringá, manifestantes ligados a sindicatos que representam servidores estaduais e municipais estão concentrados na Praça da Catedral com cartazes contra a reforma.
Eles tentam convencer a sociedade que a mudança proposta pelo governo irá afetar a qualidade do serviço público.

A presidente do Sismmar, Sindicato dos Servidores Municipais de Maringá, Priscila Guedes, diz que a reforma administrativa, prejudica os servidores na base da pirâmide da carreira pública, sem atacar privilégios.[ouça no áudio acima]

Uma das alterações na reforma administrativa é a estabilidade no serviço público. A reforma estabelece critérios para a estabilidade no cargo. O presidente do Sinteemar, sindicato que representa os servidores da UEM, José Maria Marques, diz que alterar a estabilidade pode criar um cenário como o que existia antes de 1988, quando os gestores ocupavam os cargos com apadrinhados. [ouça no áudio acima]

No começo deste mês, em entrevista ao CBN Maringá 2ª Edição, o deputado federal Tiago Mitraud, presidente da Frente Parlamentar da Reforma Administrativa disse que o texto enviado pelo governo tem pontos que precisam ser melhorados, mas considera que o país precisa enfrentar o tema uma vez por todas. [ouça no áudio acima]

A entrevista completa você ouve no site da CBN Maringá. No podcast sobre a Reforma Administrativa, que você também encontra no site da CBN Maringá, especialista argumenta que o país precisaria primeiro fazer a reforma tributária, para saber quanto tem de receita e quanto pode gastar.

Foto: Luciana Peña/CBN Maringá
Foto: Luciana Peña/CBN Maringá