Suspeitos invadiam contas bancárias para quitar IPVA de carros de luxo
Foto: PC/PR

Paraná e Pará

Suspeitos invadiam contas bancárias para quitar IPVA de carros de luxo

Segurança por Luciana Peña em 07/10/2020 - 08:00

A Polícia Civil do Paraná está cumprindo na manhã desta quarta-feira (7), 31 mandados judiciais contra suspeitos de invadir contas bancárias para quitar o IPVA,  Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores, de carros de luxo.

São 16 mandados de prisão temporária e 15 de busca e apreensão nas cidades de Curitiba, Foz do Iguaçu, Paranavaí e Umuarama, no Paraná, e Marabá, no Pará. 

A investigação começou há oito meses. Os investigados entravam em contato com proprietários de carros de luxo e ofereciam a quitação do imposto com descontos de 30 a 50%. 

O débito era pago com dinheiro desviado de contas bancárias. 

A Polícia Civil do Paraná descobriu que várias pessoas atuavam no estado atraindo clientes para o esquema criminoso. A maior parte do dinheiro arrecadado aqui ia para o Pará, onde estava o restante da organização criminosa.

 Segundo as investigações, despachantes também estavam envolvidos com o esquema de fraude.

Não há indícios de que eles ofereciam o benefício aos clientes, mas se  valiam dos serviços prestados de pagamento de IPVA para utilizar a fraude. 

A polícia vai apurar se os donos dos veículos sabiam que o esquema era criminoso.

Foram analisados 27 IPVAs, quitados por duas contas distintas, sendo uma do Rio Grande do Norte e outra da Bahia, nos anos de 2017 e 2019, totalizando R$ 87,9 mil. 

Os criminosos ficavam com 50% a  70% do valor total do imposto, já que não tinham custo algum para quitação do débito. 

Para dar ainda mais credibilidade ao esquema, os suspeitos cobravam dos proprietários o valor referente à quitação do imposto após a baixa no sistema, comprovando o pagamento.

A organização criminosa se vale de fraude como essa, de quitação de imposto, para desviar dinheiro de contas bancárias sem deixar rastro.