Vereador de Cianorte acusado de ‘rachadinha’ paga fiança e é solto
Foto: Reprodução/Google Street View

Investigação

Vereador de Cianorte acusado de ‘rachadinha’ paga fiança e é solto

Política por Fabio Guillen/GMC Online em 04/12/2020 - 16:26

O vereador de Cianorte que foi preso no início desta semana por suspeita de envolvimento em um esquema de “rachadinha” foi solto nessa quarta-feira (2), após pagar uma fiança de quase R$ 10 mil, segundo informações apuradas pelo GMC Online. 

Além do vereador Dadá (Podemos), o assessor dele também pagou fiança e foi solto. De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), foram registrados encontros entre o vereador e o assessor, supostamente para a entrega de parte dos vencimentos do servidor para o parlamentar. 

Na ação realizada na segunda-feira (30), foi encontrado em poder do vereador parte do dinheiro sacado pelo servidor público no caixa eletrônico no início da manhã, o que motivou a prisão em flagrante. As suspeitas são de que o assessor costumaria sacar seus vencimentos, de R$ 4.225, ficando com apenas um terço desse valor e passando o restante para o vereador.

O advogado de defesa dos acusados, Maurício Gonçalves Pereira, disse que o vereador e o assessor não participaram de esquema de rachadinha na Câmara de Cianorte. [ouça no áudio acima]

A Câmara de Cianorte informou, por meio de nota, que está colaborando com as investigações e que vai aguardar a apuração dos fatos. 

Acesse o GMC Online!