Candidatos da região enfrentam também o desafio de conseguir almoçar no domingo de prova
Letícia Tristão/CBN Maringá

Vestibular da UEM

Candidatos da região enfrentam também o desafio de conseguir almoçar no domingo de prova

Educação por Letícia Tristão em 23/05/2021 - 14:54

Com o decreto municipal, os vestibulandos que vieram de cidades da região de Maringá tiveram de se virar para conseguir se alimentar direito antes do início da prova.

O Vestibular da UEM é tradicionalmente um dos eventos que mais movimenta a cidade, por causa dos candidatos que vêm de fora. Mas com a pandemia, tudo mudou. 

E na semana passada, o município publicou um decreto proibindo o consumo no local, em restaurantes, no domingo. Com isso, alguns vestibulandos que vêm de fora, principalmente os que vieram de cidades próximas a Maringá, sofreram para conseguir almoçar antes do fechamento dos portões, às 13h50.

A Yasmin Rocha veio de Ourinhos para prestar vestibular para Odontologia. Uma viagem de três horas e meia de carro. Para conseguir almoçar, o jeito foi fazer um piquenique nos bancos da UEM. E ela ainda enfrentou dificuldades para conseguir comprar o almoço. [ouça o áudio acima] 

A Ketlin da Silva é de Floresta. Veio tentar uma vaga no curso de Enfermagem. [ouça o áudio acima]  

O Ricardo Takeshi veio de Floraí prestar vestibular para Engenharia de Produção. Segundo ele, durante a prova, se desse fome seria o jeito seria contar com a sorte. [ouça o áudio acima] 

Segundo a Comissão do Vestibular da UEM, cerca de 6 mil candidatos, dos mais de 14 mil inscritos, são de fora de Maringá. 

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550