Polícia Civil prende quatro suspeitos de envolvimento em morte de empresário
Foto: Victor Ramalho/CBN Maringá

Paranavaí

Polícia Civil prende quatro suspeitos de envolvimento em morte de empresário

Segurança por Victor Ramalho em 27/06/2022 - 18:25

Eclair Mestriner, de 63 anos, é morador de Paranavaí e estava desaparecido desde a última sexta-feira (24). Um corpo que pode ser o do empresário foi encontrado na manhã desta segunda-feira (27), no Rio Pirapó. Segundo a Polícia Civil, suspeita é de que ele tenha sido vítima de latrocínio.

A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (27) quatro suspeitos de envolvimento na morte de um empresário, de 63 anos, que estava desaparecido desde a última sexta-feira (24). Eclair Mestriner é morador de Paranavaí e havia sido visto pela última vez em Porto Rico. Um corpo com as características da vítima foi encontrado na manhã desta segunda (27) no Rio Pirapó, entre os municípios de Ângulo e Flórida.

De acordo com a Polícia Civil, familiares do empresário registraram o seu desaparecimento no último sábado (25), na Polícia Civil de Paranavaí. No domingo (26), policiais militares de Santa Fé localizaram o veículo da vítima em Santa Fé, em posse de duas mulheres, uma delas menor de 18 anos. Outros dois homens suspeitos de envolvimento no crime também foram localizados e presos. Documentos pessoais da vítima foram encontrados dentro do automóvel.

A suspeita inicial era de que Mestriner fosse vítima de um sequestro, mas a hipótese foi descarta pela polícia, que trabalha com um crime de latrocínio, que é o roubo seguido de morte, como explica o delegado-chefe da 9ª Subdivisão Policial de Maringá, Adão Rodrigues. [ouça no áudio acima]

Agora, a Polícia Civil aguarda a conclusão do laudo do IML para a identificação do corpo encontrado no Rio Pirapó. De acordo com o delegado da Polícia Civil de Santa Fé, Alysson Tinoco, uma arma de fogo que pode ter sido usada na morte do empresário foi encontrada com um dos suspeitos. A perícia também aguarda os exames para concluir a causa da morte. [ouça no áudio acima]

Os quatro suspeitos presos poderão responder por latrocínio, formação de quadrilha e ocultação de cadáver.