Vereadores cobram explicações
Luciana Peña/CBN Maringá

Caso Meger

Vereadores cobram explicações

Política por Luciana Peña em 23/10/2018 - 11:43

O áudio em que ex-cargo comissionado da prefeitura de Maringá fala em caixa dois foi tema de discursos na tribuna da Câmara. Um grupo de vereadores decidiu procurar o Ministério Público.

Atualizado às 14h50 - Ainda no final da manhã os vereadores protocolaram no Ministério Público o pedido de apuração das informações divulgadas no áudio do ex-CC.

Nessa segunda-feira (22), você ouviu na CBN uma reportagem sobre um áudio que viralizou em Maringá e causou a demissão de um servidor comissionado da prefeitura. No áudio, Marco Meger se queixa do tratamento que vinha recebendo e fala em arrecadação de recursos para caixa dois eleitoral.

Logo depois de exonerado, Marco Meger gravou um vídeo pedindo desculpas e dizendo que tudo não passou de brincadeira. Mas o assunto continua repercutindo. Na sessão da Câmara desta terça-feira (23) teve protesto. Um grupo levou faixas pedindo apuração. O pedido foi feito também ao Ministério Público pelo estudante de direito Eduardo Lanza do Movimento Brasil Livre.

Vereadores usaram a tribuna para dizer que o assunto é grave e deve ser apurado. Um grupo de vereadores vai ao MP pedir investigação. O áudio que percorreu redes sociais também chegou ao vereador Homero Marchese.

O vereador William Gentil que até pouco tempo estava na base apoio da administração e agora vem fazendo críticas contundentes ao Executivo, também quer apuração.

Para a CBN, a prefeitura informou nessa segunda-feira que o ex-cargo comissionado foi exonerado por causa da denúncia infundada que fez, comportamento inaceitável mesmo em mensagens privadas, e que terá de provar o que diz.

Protesto na Câmara pede apuração de denúncia
Protesto na Câmara pede apuração de denúncia