20 escolas são habilitadas para ofertar vagas ao município
Imagem Ilustrativa/Foto: EBC

Educação Infantil

20 escolas são habilitadas para ofertar vagas ao município

Educação por Victor Simião em 16/12/2019 - 16:45

Agora, técnicos da Prefeitura de Maringá devem visitar cada uma das instituições para dar prosseguimento ao processo. O executivo quer comprar vagas de instituições privadas para reduzir a fila do número de crianças que aguardam vagas em creches municipais.

A Prefeitura de Maringá habilitou 20 escolas particulares no processo de compra de vagas para a educação infantil. A informação consta em ata publicada no Portal da Transparência nesta segunda-feira (16). É o maior número de interessadas desde o início do processo, no começo deste ano. Essa foi a quarta fase para a compra de vagas.

21 escolas se inscreveram nessa nova fase, mas um delas foi inabilitada por falta de documentação.   

De acordo com a ata, das 20 escolas habilitadas no processo, sete foram classificadas provisoriamente. É que, nesses locais, faltam funcionários. O que se resolve por meio de contratações. 

Agora,  a Prefeitura de Maringá irá realizar a vistoria técnica para averiguar as condições desses locais.  Somente depois é que será decidido quais poderão receber os alunos. 

 Atualmente, a fila tem 3 mil e 500 crianças aguardando vagas. Não existe obrigação para matricular alunos de até três anos nas escolas, mas o prefeito Ulisses Maia prometeu, em campanha, que zeraria a fila. Desde 2017, ele vem tentando criar soluções para resolver a  situação. O município, neste ano, após um longo processo licitatório, começou a comprar vagas em creches particulares para alunos de 0 a 3 anos. 

O objetivo, em um primeiro momento, era o de comprar duas mil vagas. De fevereiro até agora, entretanto, 28% do total foram adquiridos: o que resulta em 572 matrículas.  Três chamamentos já foram feitos. Este é o quarto. 

Não há um prazo definido para a vistoria nas escolas, mas a Prefeitura trabalha para obter as vagas para o início do próximo ano letivo, em 2020.

O Executivo municipal reservou R$ 30 milhões para as despesas anuais em relação às vagas em instituições privadas.

Atualizado em 17.12 às 7h20 - De acordo com a Prefeitura de Maringá, as vistorias já começaram e as 20 escolas que participam do chamamento público oferecem juntas 1744 vagas