341 pessoas perderam o trabalho no setor gastronômico em Maringá
Imagem ilustrativa/Free-Photos/Pixabay

Abrasel

341 pessoas perderam o trabalho no setor gastronômico em Maringá

Economia por Victor Simião em 01/07/2020 - 16:35

O dado é da Abrasel, entidade que representa bares, restaurantes e outros setores semelhantes. O motivo das demissões, segundo a entidade, foi o período que o setor ficou fechado em cumprimento ao decreto municipal por causa da pandemia da Covid-19 e que trouxe problemas econômicos. 

Segundo levantamento feito pela Abrasel em Maringá, ao menos 341 pessoas foram despedidas do setor de gastronomia na cidade. A associação representa bares, restaurantes e afins. O dado é relativo a 51 estabelecimentos e serve como amostra. A Abrasel representa mais de duas mil empresas no município.

O motivo da demissão foi o período de fechamento iniciado em março, devido à pandemia do novo coronavírus e que trouxe problemas econômicos.

As 51 empresas tinham 877 trabalhadores antes da pandemia. Ou seja, a demissão equivale a 40% do total. É preocupante, diz o diretor da Abrasel, Rafael Cecato.

No momento, bares estão impedidos de funcionar de noite. Já são quase duas semanas - e o prazo será aumentado por mais uma. A Prefeitura de Maringá diz que são medidas para evitar o contágio da Covid-19.

Maringá tem mais de 1.500 casos positivos da doença e 18 mortes até a tarde desta quarta-feira (01).

Cecato afirma entender as medidas da Prefeitura e diz estar havendo diálogo com o poder público.

A Abrasel estima que mais demissões podem ocorrer. A entidade monitora fechamentos de estabelecimentos, mas ainda não tem um dado consolidado.