A memória da cidade
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20 (Foto: Thaiane Mello)

O Assunto é Política

A memória da cidade

Por Diniz Neto em 14/11/2019 - 14:37

 

Player Ouça o boletim

14 de novembro, quinta-feira. Faltam 47 dias para o fim do ano.

 

Dia Mundial do Diabetes. O Dia Mundial do Diabetes, celebrado em 14 de novembro, foi criado em 1991 pela Federação Internacional de Diabetes (IDF) junto à Organização Mundial de Saúde (OMS) para conscientizar o mundo inteiro sobre os problemas associados à doença: alta mortalidade por doenças cardiovasculares (infartos e insuficiência cardíaca), AVC (derrame), complicações específicas da doença, como insuficiência renal, perda da visão, alteração de sensibilidade nos membros inferiores e consequentes úlceras e amputações.

Em 2006, a Organização das Nações Unidas, por meio da resolução nº 61/225, alertou para a necessidade de conscientizar todas as nações do mundo de que o diabetes é, de fato, uma doença epidêmica com impacto social e econômico grave, principalmente entre os países em desenvolvimento. Nasceu, portanto, o Dia Mundial de Diabetes, em 14 de novembro, apontando para um Novembro Diabetes (também Novembro Azul).

 

Dia Nacional da Alfabetização. Comemorada desde 14 de outubro de 1966, criada em homenagem à criação do Ministério da Educação e Cultura (MEC) em 1930, a partir do Decreto de Lei nº 19.402.


Na coluna de hoje:

GOVERNADOR EM MARINGÁ

RECURSOS PARA RECAPE E CAMINHÃO DE RESGATE

- GOVERNADOR BEM-VINDO
TRF4 ANULA SENTENÇA DE JUÍZA SUBSTITUTA NO PROCESSO DO SÍTIO DE ATIBAIA

REPUBLICANOS

- PRESTANDO CONTAS

CONSELHO TUTELAR DA ZONA SUL

GOVERNADOR CANCELA VINDA A MARINGÁ

O governador Carlos Massa Ratinho Junior cancelou a sua vinda a Maringá.
O secretário de Saúde, Beto Preto, virá para a solenidade de repasse de recursos para o Hospital da Criança de Maringá.


A MEMÓRIA DA CIDADE

O jornalista e escritor Rogério Recco esteve na sessão da Câmara nesta quinta-feira, 14 de novembro, e falou, na tribuna livre, sobre a história do padre Emílio Clemente Scherer e sua importância para Maringá. O vereador Sidnei Telles, que convidou o jornalista para usar a tribuna da Casa, teve aprovada na sessão um projeto de lei que dá o nome do padre para uma via do município.

Recco contou que, na década de 1990, foi conhecer uma fazenda em que todos diziam ser muito interessante. “Descobri que ela pertenceu ao padre Emílio e que ele é o pioneiro dos pioneiros de Maringá. Ele chegou aqui em 1936! A Pedra Fundamental de Maringá foi lançada em 1942: portanto, ele já estava aqui.”

O jornalista informou que padre Emílio veio da Alemanha sem nem mesmo saber onde eram as terras que possuía. “Ele pensou que as terras fossem em Londrina ou Rolândia, locais onde haviam alemães instalados. Aqui ele foi o primeiro padre, o primeiro agricultor, o primeiro construtor. Na fazenda, construiu uma capela onde eram realizadas as missas, casamentos e batizados.”

O escritor produziu um vídeo em que mostra a história de padre Emílio. “Foi uma felicidade resgatar esta parte da história de Maringá. Temos muito material sobre o assunto, talvez se transforme em um livro.”

Recco destacou ainda a importância do reconhecimento da Câmara ao padre denominando uma das ruas da cidade com o nome dele. “Estou feliz em poder estar presente nesta votação e participar deste reconhecimento ao padre Emílio.”

PROJETO ADIADO POR UMA SESSÃO
O Projeto de Lei Complementar 1922/2019, de autoria do Poder Executivo, teve a sua discussão adiada por uma semana.
O que pretende o projeto:

Art. 1º. A Administração Pública direta, autárquica e fundacional poderá celebrar termo de cooperação da iniciativa privada para a consecução de seus objetivos de interesse público, obedecidas as regras estabelecidas nesta Lei.

Art. 2º. A cooperação poderá ser realizada para consecução do interesse público para

eventos, ações, atividades, publicações de revistas, periódicos, folders, carnês, manutenção de prédios, modernização de espaços públicos ou outros materiais de interesse da Administração Pública direta, autárquica e fundacional do Município, por pessoas físicas e jurídicas, mediante contrapartida de publicidade, conforme determinações desta Lei e especificações técnicas dos projetos que serão objeto de

cada procedimento seletivo.

Vamos acompanhar a tramitação desse projeto.

SECRETÁRIO DE SAÚDE REPASSA RECURSOS PARA O HOSPITAL DA CRIANÇA
O secretário de Saúde virá a Maringá nesta quinta-feira. Às 15 horas ele participa de solenidade no Auditório Hélio Moreira onde será formalizado o repasse de R$ 25 milhões para o Hospital da Criança.

Os 23 mil metros quadrados do hospital estão em fase de construção no antigo aeroporto, em terreno com 88,6 mil metros quadrados. Terá 160 leitos e atendimento em 21 especialidades em pediatria, como oncologia, ortopedia, cardiologia, gastroenterologia, endocrinologia, entre outras.

Este hospital é muito esperado, pois atualmente as crianças que precisam de cuidados hospitalares especializados nestas especialidades, via de regra, precisam fazer seus tratamentos em Curitiba. Esta é uma parte cruel do turismo da dor, que acabará ou se reduzirá muito com o Hospital da Criança que nasceu de um pedido da UEM à deputada estadual Maria Victoria para a criação de um centro de atendimento especializado. Estudando o pedido, ela conseguiu apoio necessário para fazer mais do que o pedido inicial. De um pequeno centro de atendimento à criança foi possível conseguir recursos para a construção de um Hospital da Criança em Maringá.

TRF4 ANULA SENTENÇA DE JUÍZA SUBSTITUTA NO PROCESSO DO SÍTIO DE ATIBAIA
Esta notícia será muito comentada, com certeza. A 8ª Turma do Tribunal Federal da 4ª Região acatou apelação e anulou a sentença da juíza Gabriela Hardt, substituta de Sergio Moro na 13ª Vara Federal em Curitiba. O cargo hoje é ocupado pelo titular Luiz Antônio Bonat. O processo trata de uma ação penal fora do âmbito da força-tarefa da 'lava jato', se refere ao sítio de Atibaia.

No entendimento dos desembargadores, “a sentença é nula por afronta ao artigo 93, IX, da Constituição Federal, que determina que todos os julgamentos do Poder Judiciário serão públicos e fundamentadas todas as decisões”.

Em um dos votos, o magistrado argumentou que, no caso em julgamento, se constatou, de fato, que a “sentença apropriou-se ipsis litteris dos fundamentos das alegações finais do Ministério Público Federal, sem fazer qualquer referência de que os estava adotando como razões de decidir, trazendo como se fossem seus os argumentos, o que não se pode admitir”.

REPUBLICANOS
Walter Guerlles, que foi vereador, presidente da Câmara, que foi também secretário municipal, bem avaliado pelo seu trabalho, lidera o partido Republicanos em Maringá.

Ele está atuando em sintonia com o presidente do partido no Paraná, Valdemar Bernardo Jorge, secretário de Planejamento do Paraná.

Guerlles formou um grupo de 20 pré-candidatos a vereador com grande potencial de votos. Há um trabalho permanente de apoio e mobilização do time. Arrisco dizer que o Republicanos terá um papel importante na eleição municipal do ano que vem. E, com certeza, terá representação na Câmara, a partir de 2021. 

PRESTANDO CONTAS

Recebi do vereador Altamir dos Santos (PSD), conhecido no Nei Braga e região como Altamir da Lotérica, uma publicação de prestação de contas.

Já comentamos aqui sobre a atuação do vereador. Em plenário, ele é discreto, mas nas comunidades onde atua é muito presente.

Também se destaca pelos pedidos bem fundamentados de informações ao Poder Executivo. A partir destes requerimentos das respostas que recebe tem conseguido propor soluções, obras e melhorias para os muitos bairros que representa.

 

CONSELHO TUTELAR DA ZONA SUL

Os conselheiros tutelares da Zona Sul são bastante demandados. Recebi um relatório das atividades dos conselheiros.

Destaque para a presidente do Conselho, Renata Gomes. Acompanho o seu trabalho. Ela é proativa e dedicada.

Além do trabalho como conselheira, tem atuado na comunidade onde mora, o São Silvestre, em conjunto com a nova diretoria da associação comunitária.

Ela me encaminhou, recentemente, uma pauta de reivindicações que enviou à administração municipal. A pauta tem 13 itens. 

 

Notícias da mesma editoria