Após derrota, torcedores do Cianorte tentam invadir vestiário e entram em confronto com a PM
Foto: Divulgação/Polícia Militar

Confusão

Após derrota, torcedores do Cianorte tentam invadir vestiário e entram em confronto com a PM

Esporte por Victor Ramalho em 20/06/2022 - 14:22

 A confusão foi na tarde desse domingo (19), após o Leão do Vale ser derrotado em casa, pelo São Bernardo, por 1 a 0, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro da Série D. Segundo a Polícia Militar (PM), diversos torcedores arremessaram pedras e pedaços de madeira contra os policiais.

O jogo transcorria normalmente. Cianorte FC e São Bernardo entraram em campo na tarde desse domingo (19), no Estádio Albino Turbay, em Cianorte, em jogo válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série D. Dentro de campo, o Leão do Vale foi derrotado por 1 a 0 pela equipe paulista. Com o resultado, o time paranaense ficou na 6ª posição do grupo 7, com 10 pontos.

A derrota teria causado insatisfação de parte dos torcedores, que na saída da equipe de campo começou a desferir insultos aos atletas. Um deles teria revidado e uma confusão generalizada se formou. Pessoas presentes na arquibancada começaram a depredar parte das cadeiras e do alambrado, em uma tentativa de invadir o vestiário do time da casa.

A Polícia Militar (PM) tentou impedir, mas também foi recebida com hostilidade. De acordo com a PM, torcedores que participaram da confusão arremessaram pedras e pedaços de madeira contra os policiais. Imagens que circulam pelas redes sociais mostram toda a confusão.

O jogador envolvido no começo da briga é o atacante Marquinhos Calazans. Por meio de nota divulgada no fim da manhã desta segunda-feira (20), a Polícia Militar (PM) informou que o atleta, após o fim da partida, relatou ter ouvido gritos de cunho racista vindos de um dos torcedores. O atleta reagiu e chutou um dos alambrados, o que gerou o tumulto. Ainda de acordo com a PM, o atacante foi orientado a registrar um boletim de ocorrência por injúria racial.

O Cianorte FC também se manifestou por meio de nota, afirmando que Calazans relata ter sofrido injúria racial por parte de um torcedor presente e que repudia veementemente esse ato preconceituoso. Em contato com a CBN, a assessoria de imprensa do clube informou que o jogador já registrou um boletim de ocorrência.

A Polícia Militar (PM) também informou que foram registrados danos em várias partes do estádio e que imagens foram coletadas para auxiliar nas investigações. Até o momento, nenhum torcedor foi detido.