‘Buzinaço’ contra fechamento do comércio mobiliza empresários em Maringá
Victor Simião/CBN Maringá

No centro da cidade

‘Buzinaço’ contra fechamento do comércio mobiliza empresários em Maringá

Cidade por Victor Simião em 26/03/2020 - 18:40

Ação pediu a alteração da forma de isolamento decretada pela Prefeitura Municipal.  Somente serviços essenciais e supermercado, mediante uma série de regras, podem funcionar. Os manifestantes querem que o comércio volte a funcionar. O Executivo não quis se manifestar sobre o assunto.

Mobilizados em grupos de WhatsApp, comerciantes e empresários realizaram um ‘buzinaço’ no centro de Maringá, norte do Paraná, na tarde desta quinta-feira (26). A ação foi feita para pedir à Prefeitura Municipal que altere um decreto e permita a abertura do comércio. Desde a semana passada, somente serviços essenciais têm funcionado. Os mercados têm uma série de regras para poderem abrir.

Até o fechamento da reportagem, a CBN não tinha conseguido o contato com a organização do ‘buzinaço’ para obter estimativa de participantes. Entretanto, foi possível ver centenas de automóveis e caminhonetes.

A concentração foi ao lado do estádio de futebol. Depois, os motoristas dirigiram pelo centro da cidade.  O ‘buzinaço’ durou cerca de duas horas. 

Um dos participantes se identificou como Valdir. Ele disse não ter cabimento fechar o comércio por 30 dias.

Ao longo do’ buzinaço’, diversas bandeiras do Brasil foram vistas nos carros. 

Um motorista estava com a bandeira do ‘Aliança pelo Brasil’, partido que o presidente Jair Bolsonaro quer criar. Isso levou a uma discussão. Um homem, com uma máscara, disse que o fato de usar a bandeira ali no ato era politicagem, não preocupação com a saúde ou economia.

O presidente Bolsonaro já disse mais de uma vez ser contrário ao fechamento do comércio e isolamento total. 

Em Maringá, desde a semana passada, há medidas de isolamento e toque de recolher. 

Um dos participantes do ‘buzinaço’, identificado como Zenata, disse se preocupar com o coronavírus, mas, na avaliação dele, deve haver o isolamento dos idosos, não total. 

A CBN procurou a Prefeitura de Maringá. A assessoria de imprensa disse que não iria se manifestar nesse momento.

Até o fechamento desta reportagem Maringá tinha cinco casos confirmados de coronavírus e 39 sob suspeita.