Câmara de Maringá se solidariza com vereador que foi barrado na abertura da Expoingá
Foto: Câmara Municipal de Maringá

Legislativo

Câmara de Maringá se solidariza com vereador que foi barrado na abertura da Expoingá

Política por Victor Ramalho em 10/05/2022 - 14:51

Luiz Cláudio Alves (Republicanos), que também é delegado de Polícia Civil, foi impedido pela segurança do Governo do Estado de participar da solenidade de abertura do evento na última sexta-feira (6), por estar armado. Legislativo vai emitir uma nota repudiando a ação.

Na última sexta-feira (6), durante a visita do governador Ratinho Júnior (PSD) na abertura oficial da Expoingá, o vereador Luiz Cláudio Alves (Republicanos) foi impedido de participar da sonelidade, mesmo tendo sido convidado para o evento. A justificativa da equipe de segurança do Governo do Estado é de que o parlamentar não poderia adentrar no local estando armado.

Acontece que Luiz Alves também é delegado da 9ª Subdivisão Policial de Maringá e, no momento do evento, estava em serviço, o que permitiria que estivesse portando sua arma de fogo. Mesmo explicando a situação à equipe de segurança, o vereador foi impedido de permanecer na cerimônia.

O fato foi assunto na sessão da Câmara de Maringá nesta terça-feira (10). Os demais vereadores usaram a tribuna para se solidarizar com o colega, que havia sido convidado como membro do poder legislativo. Uma situação que causou constrangimento, como explica o próprio vereador. [ouça no áudio acima]

O presidente da Câmara Municipal, Mário Hossokawa (Progressistas) também se solidarizou com Luiz Alves, afirmando que o legislativo irá emitir uma nota de repúdio ao acontecimento. É uma situação que constrange não só o vereador, mas toda a Câmara de Maringá, afirma o presidente. [ouça no áudio acima]

A CBN entrou em contato com a Secretaria de Estado da Segurança Pública para comentar o assunto e aguarda um retorno.