Candidatos com pouco tempo de rádio e TV usarão a internet para chegar aos eleitores
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20

O Assunto é Política

Candidatos com pouco tempo de rádio e TV usarão a internet para chegar aos eleitores

O Assunto é Política por Diniz Neto em 27/08/2018 - 14:40

CONTAGEM REGRESSIVA Segunda-feira, 27 de agosto. Faltam 41 dias para o primeiro turno das eleições 2018, domingo, 7 de outubro.

Nesta sexta-feira, dia 31 de agosto, começa a propaganda eleitoral no rádio e na TV.

 SOBRE A INTERNET

Temos falado aqui sobre o uso da internet na campanha eleitoral deste ano. Sem dúvida, bem superior ao da última campanha, por praticamente todos os candidatos e partidos.

Partido NOVO tem investindo no meio e conquistado muitos seguidores. A página do Partido NOVO tem quase 2 milhões de seguidores.

O candidato a presidente pelo NOVO, João Amoêdo, teve na semana passada uma das quatro páginas que mais cresceram no mundo. A página ultrapassou 1.797.850 “likes”.

No dia 28 de setembro, João Amoêdo deverá voltar a Maringá e Londrina.

Os candidatos com menos de tempo de rádio e TV terão que usar a Internet e outros meios para chegar aos eleitores.

Nesta campanha vamos ter uma ideia do quanto de fato a comunicação mudou e quais as influências destas mudanças.

 DIFERENÇAS ENORMES NOS TEMPOS DE RÁDIO E TV

As diferenças nos tempos de rádio e TV são muito grandes entre os candidatos.

Para o governo do Paraná, por exemplo, Cida Borghetti (Progressista) terá 3 minutos e 2 segundos e mais 330 inserções de 30 segundos. Ratinho Junior (PSD), 2 minutos e 3 segundos e 225 inserções. João Arruda (MDB), 1 minuto e 51 segundos e mais 202 inserções de 30 segundos. O Dr. Rosinha (PT) tem 1 minuto e 12 segundos e mais 131 inserções.

A partir da daí os tempos caem para 10 segundos ou menos e 18 inserções de 30 segundos ou menos.

Para presidente, Geraldo Alckimin (PSDB) terá 5 minutos 32 segundos e mais 434 inserções. O PT terá 2 minutos e 23 segundos e mais 188 inserções no primeiro turno. Henrique Meirelles, 1 minuto e 55 segundos, mais 151 inserções. Alvaro terá 40 segundos mais 52 inserções. Ciro 38 segundos mais 50 inserções. Marina 21 segundos mais 28. A partir daí são 13 segundos, 8 e 5 segundos para os demais candidatos.

Jair Bolsonaro, por exemplo, terá 8 segundos e 11 inserções. João Amoêdo terá 5 segundos e 8 inserções.

Como os candidatos com menos tempo de rádio e TV farão para levar suas mensagens aos eleitores é algo que exigirá criatividade, investimentos e muita gente trabalhando.

  Confira os tempos dos candidatos ao governo e à Presidência da República:

 TEMPO NO RÁDIO E TV PARA OS CANDIDATOS AO GOVERNO DO PARANÁ

A candidata Cida Borghetti (Progressista) terá 3 minutos e 2 segundos e 330 inserções de 30 segundos ao longo dos 37 dias da propaganda.

Ratinho Junior (PSD) terá 2 minutos e 3 segundos - 225 inserções.

João Arruda (MDB) - 1 minuto e 51 segundos - 202 inserções.

Doutor Rosinha (PT) - 1 minuto e 12 segundos - 131 inserções.

Professor Piva (PSOL) - 10 segundos - 18 inserções.

Ogier Buchi (PSL) - 10 segundos - 18 inserções.

Geonísio Marinho (PRTB) - 9 segundos - 16 inserções.

Jorge Bernardi (REDE) - 9 segundos - 16 inserções.

Priscila Ebara (PCO) - 5 segundos - 9 inserções.

Professor Ivan Bernardo (PSTU) - 5 segundos - 9 inserções.

A propaganda no rádio e na TV começará na próxima sexta-feira, dia 31 de agosto.

 Ordem dos programas:

Ratinho Junior (PSD)

Jorge Bernardi (REDE)

Priscila Ebara (PCO)

Geonísio Marinho (PRTB)

Professor Ivan Bernardo (PSTU)

João Arruda (MDB)

Cida Borghetti (PP)

Doutor Rosinha (PT)

Professor Piva (PSOL)

Ogier Buchi (PSL)

 TEMPO DOS CANDIDATOS A PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Geraldo Alckmin (PSDB, PRB, PP, PTB, PR, PPS, DEM, PSD, SDD): 2 blocos diários de 5 minutos 32 segundos cada um + 434 inserções no primeiro turno.

Lula (PT, PC do B, PROS): 2 blocos diários de 2 minutos e 23 segundos cada um + 188 inserções no primeiro turno + 1 inserção de sobra de 30 segundos.

Henrique Meirelles (MDB, PHS): 2 blocos diários de 1 minuto e 55 segundos cada um + 151 inserções no primeiro turno.

Álvaro Dias (Podemos, PSC, PTC, PRP): 2 blocos diários de 40 segundos cada um + 52 inserções no primeiro turno + 1 inserção de sobra de 30 segundos.

Ciro Gomes (PDT, Avante): 2 blocos diários de 38 segundos cada um + 50 inserções no primeiro turno + 1 inserção de sobra de 30 segundos.

Marina Silva (Rede, PV): 2 blocos diários de 21 segundos cada um + 28 inserções no primeiro turno + 1 inserção de sobra de 30 segundos

Guilherme Boulos (PSOL, PCB): 2 blocos diários de 13 segundos cada um + 17 inserções no primeiro turno.

Cabo Daciolo (Patriota): 2 blocos diários de 8 segundos cada um + 11 inserções no primeiro turno.

Eymael (Democracia Cristã): 2 blocos diários de 8 segundos cada um + 11 inserções no primeiro turno + 1 inserção de sobra de 30 segundos

Jair Bolsonaro (PSL): 2 blocos diários de 8 segundos cada um + 11 inserções no primeiro turno

João Amoêdo (Novo): 2 blocos diários de 5 segundos cada um + 7 inserções no primeiro turno + 1 inserção de sobra 30 segundos.

João Goulart Filho (PPL): 2 blocos diários de 5 segundos cada um + 7 inserções no primeiro turno

Vera Lúcia (PSTU): 2 blocos diários de 5 segundos cada um + 7 inserções no primeiro turno.

Durante a audiência no TSE, seis candidatos ganharam, por sorteio, uma inserção a mais, referente a uma sobra do cálculo.

 

Ordem do primeiro dia de programas, feita por sorteio:

Marina Silva

Cabo Daciolo

Eymael

Henrique Meirelles

Ciro Gomes

Guilherme Boulos

Geraldo Alckmin

Vera Lúcia

Lula

João Amoêdo

Alvaro Dias

Jair Bolsonaro

João Goulart Filho

Notícias da mesma editoria