Carreata pede volta às aulas em Maringá
Foto: Letícia Tristão/GMC Online

Apoie sua Escola

Carreata pede volta às aulas em Maringá

Cidade por Letícia Tristão/GMC Online em 16/01/2021 - 11:11

Movimento de pais e escolas pede que a escolha de retornar às escolas presencialmente seja da família.

Atualizado às 11h32

O movimento nacional Apoie sua Escola pede o retorno às aulas presenciais. O objetivo é que a escolha de mandar os filhos ou não para as escolas seja dos pais. Integrantes do movimento saíram neste sábado (16) em uma carreata em prol do retorno às aulas. Em Maringá, cerca de 200 pessoas fazem parte do movimento. A carreata saiu do Estádio Willie Davids e percorreu ruas do centro da cidade.

Cazuza Bueno faz parte do conselho de mães do movimento e explica que o movimento pede atenção para o retorno às aulas de forma segura. [ouça no áudio acima]

Ela ressalta que os pais estão notando nos filhos casos de ansiedade, depressão e até casos de abuso estão sendo registrados. [ouça no áudio acima]

A advogada Camila Boni é mãe de filhos e teve que deixar o trabalho por meio período para cuidar deles. Ela destaca a necessidade do retorno das aulas. [ouça no áudio acima]

O vice-presidente do Sinepe (Sindicato Estabelecimentos Particulares de Ensino Noroeste Paraná), José Carlos Barbieri, reforça que as crianças e adolescentes precisam do convívio social. Segundo ele, sempre houve diálogo com a prefeitura, mas o decreto permitindo o retorno às aulas nunca saiu. [ouça no áudio acima]

As aulas na rede estadual de ensino retornam no dia 18 de fevereiro.

A Prefeitura de Maringá se manifestou emitindo uma nota: "A Prefeitura de Maringá respeita o direito à manifestação. Informa também que Secretaria Municipal de Educação mantém rotina de reuniões entre entidades representativas, responsáveis e a Secretaria de Saúde para discutir o melhor cenário para retorno às atividades de alunos, ainda sem data definida."