Caso EAS: polícia conclui inquérito e indicia 10 pessoas por estelionato
Imagem ilustrativa

Golpe

Caso EAS: polícia conclui inquérito e indicia 10 pessoas por estelionato

Segurança por Luciana Peña em 24/07/2021 - 12:50

55 vítimas registraram queixa contra a empresa que é acusada de vender cartas de crédito fraudulentas. 

 

O sonho de uma vida: comprar a casa própria. O auxiliar de serviços gerais Gilmar Vilela de Paiva estava bem perto de realizar este sonho.

Ele viu pelo Facebook o anúncio de uma empresa especializada na venda de consórcios. A empresa oferecia uma carta de crédito contemplada. Gilmar pagou 49 mil reais e em três meses, com a carta de crédito em mãos, sairia do aluguel e pagaria as prestações do consórcio.

Pegou dinheiro emprestado com familiares, mas nunca recebeu a carta de crédito. Registrou queixa na delegacia por golpe. [ouça o áudio acima]

Gilmar foi uma das 55 vítimas do golpe do consórcio investigado pela Polícia Civil de Maringá. A empresa acusada de aplicar o golpe é a EAS Assessoria Financeira.

O delegado Fernando Garbelini concluiu o inquérito nessa sexta-feira (23). Dez pessoas foram indiciadas por estelionato e associação criminosa. [ouça o áudio acima]

Três pessoas foram presas durante o inquérito. Uma delas foi solta na última quarta-feira (21). A CBN está tentando contato com a EAS Assessoria Financeira.

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550