Cemitério Municipal recebe milhares de visitantes neste feriado
Carina Bernardino/CBN Maringá

Finados

Cemitério Municipal recebe milhares de visitantes neste feriado

Em 02/11/2019 - 10:24

Cada um com a sua dor, foi visitar as sepulturas dos seus entes queridos neste Dia de Finados.

Player Ouça a reportagem

A história narrada pelo funcionário público José da Silva é a de Clôdimar Pedrosa Lô, túmulo mais visitado no cemitério municipal de Maringá no Dia de Finados. O adolescente nordestino tinha 15 anos quando foi preso, torturado e morto por policiais em novembro de 1967. Ele era suspeito de roubo em um hotel da cidade. Após saber do crime, o pai dele veio do Ceará e matou o policial que acusou o menino. O funcionário público conheceu a história por meio dos avós e nunca mais esqueceu. Sempre que vai ao cemitério, ele faz questão de visitar o túmulo do Clôdimar e agradecer pelas graças recebidas. É que o menino se tornou uma espécie de santo popular. 

Outras sepulturas também estão na lista dos túmulos mais visitados neste feriado no cemitério municipal, como o do monsenhor Bernardo Abel Cnudde, um padre popular que atuou por 31 anos como pároco da Paróquia Divino Espírito Santo e o túmulo do pequeno Arthur Salomão, que morreu aos 3 anos, vítima de uma bala perdida no jardim Alvorada, em 2012. Neste sábado (2), o cemitério de Maringá deve receber milhares de visitantes até as 18h. Alguns, como a aposentada Deraldina Pereira, preferem ir ao local no período da manhã, com o sol ainda mais fraco e com menos gente no cemitério.

A maringaense Terezinha Aparecida também prestou homenagens aos entes queridos neste Dia de Finados. Ela levou flores em túmulos de vários familiares.

No cemitério municipal de Maringá, serão oito missas neste feriado. As próximas são às 11h, 12h, 14h, 15h, 16h e 17h. Já no cemitério parque, a última será as 16h. 

Notícias da mesma editoria