Com a abertura de 15 leitos de enfermaria, HUM reduz taxa de ocupação
foto: divulgação/UEM

Pandemia

Com a abertura de 15 leitos de enfermaria, HUM reduz taxa de ocupação

Saúde por Luciana Peña em 10/07/2020 - 11:46

O Hospital Universitário de Maringá abriu 15 leitos novos de enfermaria na ala exclusiva para tratamento de Covid-19. Agora são 30 leitos de enfermaria e 20 de UTI. A taxa de ocupação que chegou a 80% caiu para 50%.

Esta semana o Hospital Universitário de Maringá abriu novos leitos de enfermaria. Eles estão no bloco com capacidade para 108 leitos, que foi destinado exclusivamente para pacientes com Covid-19.

Com os novos leitos, a ala passa a ter 30 leitos de enfermaria e 20 de UTI, e a taxa de ocupação caiu em função disso, diz o diretor médico do HUM, Luiz Guilherme Ximenes.

O leito de enfermaria é uma retaguarda. São usados por pacientes que deixam a UTI, mas ainda não podem ter alta e por pacientes que não precisam de UTI, mas também não podem ficar em casa.

O HUM recebeu em abril recursos para pagar profissionais por seis meses. Foram anunciados 7 milhões e meio de reais para contratação de pessoal. Dinheiro que seria repassado em parcelas durante seis meses. 

Se houver a necessidade, mais leitos serão abertos. Para isso será preciso contratar mais profissionais.