Com o início da primavera aumenta a preocupação
Imagem Ilustrativa/Pixabay/Domínio Público

Dengue

Com o início da primavera aumenta a preocupação

Saúde por Luciana Peña em 19/09/2018 - 11:40

Desde o início do ano a Vigilância em Saúde aplicou 87 notificações a donos de imóveis com focos do mosquito transmissor, em Maringá. Quem não limpa o imóvel leva multa. Os valores podem variar de R$ 120,00 a R$ 17 mil. 

A primavera começa no próximo sábado. As temperaturas já estão mais elevadas. Vem aí a temporada de chuva. Calor e chuva tornam o ambiente propício para o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

O novo ciclo epidemiológico no estado começou em agosto e desde então Maringá não tem nenhum caso confirmado de dengue, segundo o diretor da Vigilância em Saúde, Eduardo Alcântara. Mas é preciso desde já redobrar os cuidados para a temporada de calor.

O último levantamento de focos do mosquito apontou que 90% dos focos estão dentro dos imóveis. Este ano, 87 imóveis foram notificados na cidade.

Em pelo menos três casos a situação não foi regularizada e uma multa foi aplicada. O valor pode variar de R$ 120 a 17,8 mil. O máximo aplicado este ano foi R$ 1.780.