Comissão de Educação da Câmara faz vistoria em colégio que está com salas interditadas
Foto: Secretaria da Educação

Educação

Comissão de Educação da Câmara faz vistoria em colégio que está com salas interditadas

Educação por Victor Ramalho em 17/05/2022 - 16:55

Segundo a Defesa Civil de Maringá, três salas de aula do Colégio Estadual Brasílio Itiberê, na Zona 02, estão interditadas por problemas estruturais. É a terceira vistoria que a instituição recebe desde outubro de 2021.

Em outubro de 2021 a Defesa Civil de Maringá foi averiguar uma denúncia, recebida pela Ouvidoria Municipal, sobre as condições de uso de uma sala de aula do Colégio Estadual Brasílio Itiberê, na Zona 02. A denúncia dava conta de que o teto do local apresentava problemas estruturais.

Uma vistoria foi feita ainda em outubro, constatando os problemas e um possível risco de desabamento do teto. A Defesa Civil orientou que a sala não fosse mais utilizada até que uma reforma fosse feita.

Em março deste ano, uma nova vistoria foi realizada e, desta vez, mais duas salas de aula foram interditadas, chegando a três no total, como explica o diretor da Defesa Civil de Maringá, Adilson Costa. [ouça no áudio acima]

Nesta terça-feira (17), a Comissão de Educação da Câmara de Maringá também realizou uma vistoria na instituição de ensino, para avaliar a situação. Um relatório sobre o caso será elaborado e entregue ao Núcleo Regional de Educação (NRE), como explica a presidente da Comissão de Educação da Câmara, Professora Ana Lúcia (PDT). [ouça no áudio acima]

Segundo a direção do colégio, a situação já foi relatada ao Núcleo Regional de Educação (NRE). A CBN tenta contato com o Núcleo Regional de Educação de Maringá e com a Secretaria de Estado da Educação (SEED) para comentar o assunto e aguarda um retorno.

(atualização às 16h31): A Secretaria de Estado da Educação (SEED) se manifestou por meio de nota. Leia na íntegra:
"O NRE Maringá tem ciência da situação e está em trâmite no Fundepar (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional) um projeto para uma obra da reforma de todo o telhado da instituição (de aproximadamente R$ 1,5 mi). Enquanto isso, em conjunto com a direção da escola, o NRE está estudando o remanejamento dos estudantes das salas interditadas para demais espaços adequados dentro da própria instituição e, se necessário, para colégios próximos."

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550