Comitê envia proposta ao conselho deliberativo sobre retorno das aulas presenciais na UEM
Foto: Arquivo/ASC-UEM

Educação

Comitê envia proposta ao conselho deliberativo sobre retorno das aulas presenciais na UEM

Educação por Letícia Tristão em 06/07/2021 - 16:06

O modelo divide o retorno em cinco fases e acompanha as bandeiras epidemiológicas do município. A UEM deve ter uma resposta em até 20 dias. Mas a previsão inicial é que o início do ano letivo, marcado para agosto, ainda seja de forma remota. 

A Universidade Estadual de Maringá elaborou uma proposta de retorno das aulas presenciais na instituição.

A partir da análise de dados da situação da pandemia e dos protocolos de biossegurança, o Comitê de enfrentamento à Covid-19 da UEM apresentou uma proposta ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, que divide o retorno em cinco fases: fase 1 (roxa), fase 2 (vermelha), fase 3 (laranja), fase 4 (amarela), fase 5 (verde) e “novo normal”.

De acordo com o presidente do Comitê, Alessandro Rocha, as fases adotadas seriam de acordo com os dados epidemiológicos do município, a partir da taxa de transmissão pelo número de pessoas positivadas e a taxa de ocupação de leitos de UTI. [ouça o áudio acima]
Ele explica que, pela proposta, na fase amarela, já seria possível o retorno das atividades práticas dos cursos. [ouça o áudio acima]

Segundo Rocha, a que tudo indica, o início do ano letivo, previsto para agosto, ainda deve ser de forma remota. [ouça o áudio acima]

A proposta foi apresentada ao CEP - Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - que vai deliberar se acata ou não. A resposta deve ser enviada à UEM em até 20 dias.

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550