Conselho Regional de Enfermagem apura caso de queimadura em recém-nascido durante teste do pezinho
Imagem Ilustrativa | Foto: Dominika Roseclay/Arquivo/Pexels/Domínio Público

Investigação

Conselho Regional de Enfermagem apura caso de queimadura em recém-nascido durante teste do pezinho

Saúde por Victor Ramalho em 25/06/2022 - 08:16

O caso teria ocorrido em um hospital privado de Maringá no dia 18 de maio e veio à tona após uma outra situação semelhante, ocorrida em outra rede hospitalar, ter sido denunciada em Curitiba na semana anterior. No caso de Maringá, o acidente ocorreu dois dias após o nascimento da criança. Durante o teste do pezinho, é comum que a equipe de enfermagem aqueça os pés do recém-nascido em água morna para melhorar a circulação sanguínea.

Entretanto, a água teria sido aquecida além da temperatura necessária e queimado o pé do bebê, que precisou ficar internado por algumas semanas por conta do ferimento. Por meio de nota enviada à CBN na noite dessa sexta-feira (24), o Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (Coren-PR) informou que após tomar conhecimento do caso, abriu denúncia junto ao Departamento de Processos Éticos para apuração dos fatos e posterior julgamento do profissional possivelmente envolvido, que "poderá sofrer as penalidades contidas no Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem".

Ainda de acordo com a nota do Coren, o processo tramita em sigilo. O órgão também reforça que "os procedimentos para a realização do Teste do Pezinho seguem as orientações técnicas da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (Fepe) em todo o estado do Paraná.

Durante a semana, o hospital já havia se manifestado por meio de nota enviada à imprensa, informando que "está dando toda a assistência e acolhimento necessários à família e ao bebê e está apurando internamente o procedimento realizado durante este teste do pezinho".