Curso de engenharia têxtil da UEM ‘exporta’ trabalhadores
Letícia Tristão/CBN Maringá

Promissor

Curso de engenharia têxtil da UEM ‘exporta’ trabalhadores

Educação por Luciana Peña em 08/11/2017 - 17:03

O curso existe há 25 anos no campus regional de Goioerê e é um dos cinco no país. A demanda por engenheiros têxteis é tão grande que os acadêmicos conseguem emprego antes mesmo de se formar. O diretor do campus de Goioerê, Gilson Croscato, diz que este ano uma multinacional precisava preencher sete vagas e foi a Goioerê em busca de profissionais. Além das empresas aqui, os engenheiros estão trabalhando também no exterior, principalmente em países da Ásia.