Demora no atendimento da UPA gera confusão em Maringá
A UPA Zona Norte, em Maringá, ficou lotada de pacientes aguardando atendimento. Foto: Fábio Guillen

Zona Norte

Demora no atendimento da UPA gera confusão em Maringá

Saúde por Portal GMC Online em 06/02/2020 - 19:06

A UPA Zona Norte de Maringá, que fica no Jardim Alvorada, foi palco mais uma vez de confusões por causa da demora no atendimento. Pacientes, cansados de aguardar para serem chamados, bateram boca com servidores na tarde desta quinta-feira, 5

A Guarda Municipal de Maringá registrou um caso de desacato a servidor público. Um paciente teria ofendido uma enfermeira. Quando a equipe chegou no local a enfermeira não quis representar contra o paciente alegando que realmente estava demorando o atendimento. Por isso, ninguém foi encaminhado para a delegacia.

Por volta das 17h30 desta quinta-feira, alguns pacientes relatavam estar esperando atendimento desde às 14h. A aposentada Sebastiana de Araújo, de 78 anos, estava há mais de duas horas sentindo dores e aguardando o atendimento da triagem.

“Eu não aguento mais esperar. To com muita dor e ninguém fez nada. To me sentindo um lixo. Trabalhei minha vida toda e agora chego nessa idade e não posso nem ser atendida. Da vontade de chorar”, reclamou Sebastiana.

Assim que a imprensa chegou no local, os servidores chamaram vários pacientes para a ala de dentro onde os jornalistas não têm acesso. Mesmo assim do lado de fora a UPA ainda continuava lotada.

Outro lado

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Maringá, a aposentada Sebastiana de Araújo chegou na UPA às 16h55 e, por ser idosa, tem atendimento prioritário. O atendimento, segundo a assessoria, começou às 17h27, quando a paciente passou pela triagem com o enfermeiro. Na sequência, às 17h40, ela foi atendida pelo médico como consta no prontuário.

Por Fábio Guillen / Portal GMC Online