Dia de Portugal
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20.

O Assunto é Política

Dia de Portugal

Por Diniz Neto em 10/06/2019 - 10:57
Player Ouça o boletim

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.
Está é a celebração de 10 de Junho de 1580, data da morte de Luís Vaz de Camões, sendo também este o dia dedicado ao Anjo Custódio de Portugal.

Hoje também se comemora o Dia da Língua Portuguesa, dos cidadão e cidadãs portugueses e das Forças Armadas de Portugal.

55 ANOS DO CENTRO PORTUGUÊS DE MARINGÁ

Neste dia 10 de junho também tem festa portuguesa em Maringá. O Centro Português de Maringá comemora hoje os seus 55 anos de fundação.

Ontem foi eleita a nova diretoria do Centro Português de Maringá, que tem como presidente o advogado e ex-vereador de Maringá, Edalvo Garcia.

Hoje, às 20 horas, mantendo a tradição, haverá a solenidade comemorativa ao Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, onde também é lembrada a fundação do Centro Português de Maringá.

CARGOS
Como a lei da reforma administrativa demorou para ser aprovada na Assembleia Legislativa, também houve atraso nas nomeações, que agora estão sendo feitas.

Ricardo Maia, que foi vereador por duas legislaturas em Maringá e deputado estadual de 1999 a 2002, mesmo período do segundo governo Lerner, foi nomeado superintendente da Secretaria de Desenvolvimento Urbano. Vai trabalhar com o secretário João Carlos Ortega, nascido em Jandaia do Sul, onde foi vereador de 1989 a 2000 e vice-prefeito de 2001 a 2004.

Walter Guerlles, que foi vereador em Maringá e presidente da Câmara, secretário de municipal Serviços Públicos e de Esportes, assumiu o escritório regional do Instituto Paranaense de Ciência do Esporte (IPCE), antigo escritório regional da Paraná Esporte.

Guerlles assumiu recentemente a presidência ao PRB, em Maringá.

Vandré Fernando está feliz da vida com a sua nomeação para comandar a regional da Cohapar.

PODEMOS

Aconteceu na semana passada uma visita do presidente estadual do Podemos, empresário Marcelo Almeida. Ele realizou uma reunião com Marcos Superti, que substituiu Carlos Augusto Ferreira, o Carlão, na presidência do partido, na reta final para as eleições de 2018. Carlão teve um sério problema de saúde teve que se afastar.

Ocorre que nenhum dos filiados mais atuantes do partido participou da reunião. Sequer ficaram sabendo da visita do presidente estadual. Algo, de fato, muito estranho.

Outro ausente da foto da reunião é Vandré Fernando, que fez vários contatos recentes com lideranças de Maringá, falando em nome do senador Álvaro Dias, na tentativa de articular um novo comando para o Podemos na cidade.

Ricardo Maia, que foi candidato a deputado estadual pelo Podemos, recebendo 16.394 votos, também não participou da reunião.

Se sabe que alguns grupos políticos disputam o comando do partido. Mas não foi com eles que o presidente estadual falou. Na verdade, muita gente, inclusive eu, não entendeu absolutamente nada do que aconteceu nesta visita do Marcelo Almeida a Maringá.

MDB

Muita gente acredita que sentença sobre a dissolução ou manutenção do Diretório Municipal do MDB pode sair essa semana.

PDT

Também há uma movimentação do interventor estadual do PDT, ligado diretamente ao diretório nacional, em relação ao partido em Maringá.

Poderão surgir novidades no PDT de Maringá e região, nos próximos dias.

SECRETÁRIO DE GESTÃO LICENCIADO PARA TRATAMENTO DE SAÚDE

O secretário de Gestão de Maringá, Cesar Augusto Arnoni, inicia hoje uma licença de 15 dias para tratamento de saúde.

Ele tem sofrido com fortes dores na coluna, uma situação aguda o que levou a solicitar a licença para tratamento.

PROCON

Recebi mais de uma informação de o decreto para nomeação de Geison Elias Ferdinandi está pronto. Ele também teria recebido o convite e aceitado.

Mas a decisão sobre o destino do Procon ainda não teria sido tomada por quem assina o decreto, no caso, o prefeito.

Vamos aguardar e acompanhar.

LICITAÇÃO DA PUBLICIDADE
Na licitação par publicidade da Prefeitura, o julgamento da habilitação já saiu. Agora está na fase de recursos. Se não houver recurso, a licitação poderá ser finalizada em duas semanas, ou seja, possivelmente em 21 de junho.

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: ESTADOS E MUNICÍPIOS

A maioria dos governadores dos estados, lideranças municipalistas e economistas estão trabalhando para que os estados e municípios sejam incluídos na reforma da Previdência.

Seus argumentos são simples: se não estiverem incluídos, será necessário muito tempo para conseguir adequar a reforma nas assembleias legislativas e nas câmaras municipais.

Sem nenhuma dúvida a parte dos estados e dos municípios na Previdência é central no Brasil. Não é possível deixá-los de fora.

O relator da reforma vai atrasar o relatório para realizar um encontro com os governadores na terça-feira. Se comprometeu ontem a apresentar o seu relatório na quinta-feira. Claro que ele pode sofrer alterações na comissão especial da reforma, mas é fundamental que estados e municípios sejam incluídos.

Detalhe: Maringá aporta, mensalmente, R$ 9 milhões para a Maringá Previdência. Este valor continuará crescendo, ano a ano, até 2033.

AS OUTRAS REFORMAS E O MOMENTO DO PAÍS
O Brasil precisa, urgentemente, fechar a reforma da Previdência. Como eu já disse aqui mais de uma vez, reforma da Previdência não pode ter contra ou a favor, ela é essencial – qualquer pessoa que avaliar os números do país de forma responsável chegará a esta conclusão – não tem plano B.

Assisti um debate este fim de semana no programa Painel, na GloboNews, comandando por Renata Lo Prete. Os convidados, todos jovens e muito qualificados, foram os economistas Guilherme Tinoco, Fabio Klein e Leany Lemos, secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão do Rio Grande do Sul.

O que ocorre é que o país precisa de mais e urgentes reformas.

A reforma tributária, por exemplo. O PIB está em queda. Segundo especialistas, só a aprovação urgente da Reforma Tributária vai mudar as expectativas de crescimento do PIB brasileiro.

Segundo o economista Luiz Carlos Hauly, “com certeza absoluta, no dia seguinte à votação da PEC 293-A/2004, no plenário da Câmara, as projeções do PIB para 2019, mudam completamente para cima. Poderemos crescer ainda este ano de 2 a 3%”, afirma Hauly.

Ele vem lutando para incluir na pauta do Congresso essa reforma que está pronta, que foi estudada e relatada por ele no mandato passado. O PSDB aprovou na sua convenção, realizada no dia 31 de maio, apoio à proposta de Reforma Tributária relatada pelo paranaense de Londrina, Luiz Carlos Hauly.

REFORMA POLÍTICA
A Reforma Política é outra necessidade básica para a nossa democracia. Não por acaso, a proposta do ouvinte Maurício, que registarmos no dia 29 de maio, ganhou as redes sociais, com muitos compartilhamentos e comentários.

A proposta é simples: dispositivo na lei permitindo candidaturas avulsas, sem partidos.

Impressionante o apoio que a proposta ganhou e por isso volto a falar sobre ela.

Hoje os partidos impedem candidaturas. Os controles partidários são fechados, dominados por grupos políticos. Como são eles que decidem sobre quem será ou não candidato, na prática mantém o controle sobre quem poderá governar ou representar a população.

RISCOS DO DESCONTROLE

A segunda-feira começa com a publicação de supostos diálogos entre o então juiz Sérgio Moro e procuradores da Lava Jato. Algo extremamente complicado, neste momento.

Um movimento denominado “Youtubers de Direita”, que inclui caminhoneiros, trabalha um grande movimento nacional no dia 30 de junho, em Brasília. O movimento reúne lideranças de movimentos de direita que atuam na internet, de várias regiões do país. Uma live, realizada ontem à noite, foi assistida, no total, por quase 70 mil pessoas.

A esquerda organiza greve geral para o dia 14 de junho. Da mesma forma como a direita, fala que tem apoio da maioria dos caminhoneiros. Os caminhoneiros são hoje a categoria mais temida pelo governo e a classe política.

Há muitos vídeos, inclusive de senadores, contra membros de outros poderes ou colocando dúvida sobre outros poderes.

Não por acaso o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, trabalhou durante todo o dia de ontem, reunido com lideranças da Câmara dos Deputados. Neste momento os poderes precisam se unir e realizar reformas. Se não acelerarem o processo correm o risco de perder o controle do país para movimentos que pregam as mais diferentes soluções radicais para o país. 

 

Notícias da mesma editoria