Estado excessivo gera um saneamento deficitário

Meio Ambiente

Estado excessivo gera um saneamento deficitário

Meio Ambiente por Gilson Aguiar em 25/06/2020 - 11:57

Para o advogado e especialista em Direito Ambiental, colunista do Portal GMC-Online, Rogel Martins Barbosa, o problema do saneamento básico esbarra na má gestão pública e a permanência da dependência do cidadão das medidas públicas. Para ele, o cidadão deve ter o direito de administrar os recursos próprios e ter mais autonomia em relação ao contrato de serviços de saneamento básico. Para Barbosa, os país tem leis e não ações, o que não resolve o problema ambiental.

Ouça a entrevista: