Estudantes da PUC protestam contra o encerramento de cursos presenciais no campus de Maringá
Foto: Luciana Peña/CBN Maringá

Protesto

Estudantes da PUC protestam contra o encerramento de cursos presenciais no campus de Maringá

Educação por Luciana Peña em 25/02/2021 - 13:04

A instituição comunicou aos alunos esta semana que não terá mais os cursos presenciais de direito, administração, psicologia e filosofia, apenas o ensino a distância. Para os alunos que não quiserem cursar o EAD, a opção proposta é o transporte para Londrina custeado pela instituição. Mas muitos alunos não aceitam.

Cerca de 800 alunos dos cursos de direito, psicologia, administração e filosofia foram pegos de surpresa nesta semana com o anúncio de encerramento das atividades presenciais no campus da PUC em Maringá.

A partir do segundo semestre deste ano, os alunos terão aulas 100% online.

A direção da universidade comunicou que para os que não quiserem aulas remotas, a opção será assistir a aulas presenciais no campus em Londrina, com o transporte custeado pela instituição.

Mas a solução não agradou a todos os estudantes. Um grupo foi para a porta da PUC nesta quinta-feira protestar.

Gabriela Maiolli, estudante de direito, diz que ir a Londrina significa perder quatro horas por dia na viagem. Eles pediram à instituição que pelo menos mantenha os cursos presenciais para os alunos que já estão matriculados. [ouça no áudio acima]

O seminarista Guilherme Valadares, estudante de filosofia, também não sabe como vai ficar a situação dele. Ele não entende por que a instituição abriu vestibular para o curso presencial de filosofia no final do ano passado e decidiu encerrar o mesmo curso agora. [ouça no áudio acima]

A PUC informou que a decisão de encerrar os cursos presenciais em Maringá foi tomada neste mês de fevereiro e não será revista.

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550

Foto: Luciana Peña/CBN Maringá
Foto: Luciana Peña/CBN Maringá