"Fiscalização será implacável na aplicação de multas", diz Maia
Foto: Screenshot

Maringá

"Fiscalização será implacável na aplicação de multas", diz Maia

Cidade por Monique Manganaro/GMC Online em 07/06/2020 - 21:35

O aumento de casos confirmados de coronavírus em Maringá tem preocupado parte da população. Neste domingo (7), o prefeito Ulisses Maia fez uma transmissão ao vivo nas redes sociais para falar sobre os efeitos da pandemia na cidade e esclarecer informações e posturas adotadas pela administração.

Entre os principais aspectos destacados por Maia estão as recorrentes aglomerações em estabelecimentos comerciais do município. De acordo com ele, são estabelecimentos de todos os segmentos, incluindo supermercados, que não têm obedecido as determinações e gerado aglomeração de pessoas.

“Nós estamos no controle das atividades comerciais. A persistir o descumprimento em alguns casos, nós não hesitaremos em tomar as medidas que forem necessárias. Nossa fiscalização viu vários supermercados superlotados. Não é mais possível isso. A fiscalização autuou, notificou, e esta semana será implacável na aplicação de multas, seja qual estabelecimento for”, afirmou o prefeito.

Segundo ele, além de empresários, é necessário que a própria população se conscientize e mantenha o distanciamento social e o uso de máscara, que é obrigatório na cidade. Maia disse que equipes da prefeitura percorreram regiões do município neste domingo e encontraram praças e outros espaços públicos lotados.

“Em nome de todo esse sacrifício do poder público, em nome desses empresários, em nome dessas famílias que perderam as suas vítimas, vamos todos colaborar. Nós precisamos da ajuda de todos. O distanciamento social ainda é necessário demais”, reforçou.

De acordo com ele, as equipes técnicas já previam um aumento de casos confirmados da doença neste período. Conforme estudos desenvolvidos pela administração, Maringá está entrando no período mais crítico. “Não está encerrada a batalha. A luta vai persistir por mais alguns dias, no mínimo, pelo mês de junho inteiro. Nós precisamos da colaboração das pessoas”, pediu o prefeito.

Durante a conversa, Ulisses Maia destacou os diversos pedidos que a Prefeitura de Maringá tem recebido para a flexibilização de medidas, principalmente com relação ao horário do comércio. No entanto, segundo ele, a cidade está no limite da flexibilização e, neste momento, não é possível liberar outras atividades nem aumentar o funcionamento de lojas do comércio de rua e shoppings.

Acesse GMC Online