IAT identifica área de desmatamento e multa propriedade em mais de R$ 180 mil
Foto: Divulgação/IAT

Crime ambiental

IAT identifica área de desmatamento e multa propriedade em mais de R$ 180 mil

Meio Ambiente por Letícia Tristão em 11/06/2021 - 15:45

Por um satélite, os fiscais constataram uma área de 27 hectares que já havia sido desmatada. O proprietário alegou que iria plantar mandioca, segundo o IAT. 

Uma denúncia levou os fiscais do IAT, o Instituto Água e Terra, a vistoriarem uma propriedade com sinais de devastação de vegetação nativa, em Alto Paraíso.

Por imagens de satélite, os fiscais constataram que se tratava de uma área de 27 hectares que o proprietário já havia desmatado.

Segundo o chefe regional do IAT de Umuarama, Felipe Furquim de Oliveira, o proprietário teria alegado que limpou a área para plantar mandioca. Ele assinou o auto de infração e a multa passa de R$ 180 mil, explica o chefe regional do IAT. [ouça o áudio acima]

A madeira desmatada deve ser encaminhada a uma entidade ligada ao IAT. A propriedade se encontra em uma área de preservação ambiental e fica nas proximidades do Parque Nacional da Ilha Grande. [ouça o áudio acima]

O processo será encaminhado ao Ministério Público Federal. O proprietário pode apresentar defesa em até 20 dias. A reportagem não conseguiu contato com o proprietário da área.

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550