Manifestantes organizam novo protesto em apoio à educação
Manifestação do dia 15 de maio de 2019 (Foto: Victor Simião/CBN Maringá)

Nesta quinta (30)

Manifestantes organizam novo protesto em apoio à educação

Por Portal GMC Online em 30/05/2019 - 12:36

Uma nova manifestação promete reunir centenas de pessoas nesta quinta-feira (30), em Maringá. A mobilização ocorre em apoio à educação e às universidades públicas de todo o país, principalmente à Universidade Estadual de Maringá (UEM).

O cronograma da mobilização se estende durante todo o dia, com debates, rodas de conversas e confecção de materiais para o ato. Às 16h45, os manifestantes devem se reunir na Biblioteca Central da UEM e, às 17h30, saem em passeata pelas ruas de Maringá.

De acordo com Cesar Augusto, um dos organizadores do protesto, são esperadas entre três e cinco mil pessoas na manifestação desta quinta. Nas redes sociais, mais de 1.500 pessoas já confirmaram presença. Sindicatos de servidores da UEM, como a Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual de Maringá (Sesduem) e a Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Maringá (Aduem), são apoiadores da manifestação. O Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Ensino de Ensino de Maringá (Sinteemar) e a União Maringaense dos Estudantes Secundaristas (Umes) também devem participar do ato.

Segundo a organização, um dos assuntos que pautam o protesto é a falta de recursos para a educação. “Os dados da UEM da última década mostram que os recursos enviados são insuficientes para garantir a manutenção e expansão das atividades de ensino, pesquisa e extensão da universidade. Ao contrário da perspectiva do governo estadual, sabemos que os recursos enviados para a educação são investimentos, não gastos”, diz Augusto.

Os manifestantes devem protestar, ainda, contra a aprovação da reforma da previdência.

Até a manhã desta quarta-feira, a Polícia Militar (PM) não tinha registro de pedido de policiamento para garantir a segurança dos manifestantes durante a mobilização.

Manifestantes bloqueiam ruas e avenidas de Maringá

No dia 15 deste mês, centenas de manifestantes bloquearam o trânsito de ruas e avenidas de Maringá, inclusive na Avenida Colombo, onde o fluxo de veículos ficou impedido durante aproximadamente 15 minutos. O ato também fez parte da paralisação nacional da educação contra os cortes anunciados pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Na ocasião, as estimativas de público variaram. Organizadores disseram que pela manhã, o ato reuniu cinco mil pessoas. Nesse caso, a CBN Maringá não obteve os dados da polícia. À noite, a Polícia Militar estimou em 1.500 pessoas. Ao final da noite, a organização estimou em três mil o número de participantes.

Por: Monique Manganaro/Portal GMC Online

Notícias Relacionadas

Notícias da mesma editoria