Maringá abriu 674 empregos formais em março; veja os setores que mais contrataram
Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foram divulgados nesta quinta-feira, 28. Foto: Arquivo/Agência Brasil

Caged

Maringá abriu 674 empregos formais em março; veja os setores que mais contrataram

Economia por Lethícia Conegero/GMC Online em 28/04/2022 - 18:13

Maringá gerou 674 empregos formais em março, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (28), pelo Ministério do Trabalho e Previdência. O valor é resultado de 8.293 contratações e 7.619 demissões.

De janeiro a março, Maringá foi a segunda cidade do Paraná que mais gerou empregos formais, com 2.871 postos abertos – atrás apenas de Curitiba (17.321). Em seguida, aparece Cascavel (2.476), São José dos Pinhais (2.381), Toledo (2.136), Araucária (2.022) e Londrina (1.738).

Setores

O setor que mais gerou empregos formais em Maringá em março foi o de serviços, com saldo de 583 vagas (4.175 contratações e 3.592 demissões). Em seguida aparece o comércio, com 165 empregos abertos (2.243 admissões e 2.078 desligamentos); e a agropecuária, que abriu 15 vagas (48 admissões e 33 desligamentos).

Dois setores tiveram saldo negativo na cidade: a indústria, que fechou 17 postos de trabalho em março (resultado de 1.212 contratações e 1.229 demissões); e a construção civil, que fechou 72 empregos (615 contratações e 687 demissões).

Paraná

O Paraná fechou o mês de março com a abertura de 8.638 vagas de emprego com carteira assinada, segundo o Caged. O saldo se refere à diferença entre 156.394 admissões e 147.756 demissões. No primeiro trimestre do ano, o Paraná ficou atrás de São Paulo (176.151), Santa Catarina (64.038), Minas Gerais (62.421) e quase encosta no Rio Grande do Sul (56.337).

O País teve saldo positivo 136.189 empregos com carteiras assinadas em março, resultado de 1.953.071 admissões e 1.816.882 desligamentos.

Acesse GMC Online

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550