Maringá FC sofre novo ‘apagão’, leva virada do Coritiba e fica com o vice-campeonato
Foto: Divulgação/Coritiba FC

Filme repetido

Maringá FC sofre novo ‘apagão’, leva virada do Coritiba e fica com o vice-campeonato

Esporte por Victor Ramalho em 03/04/2022 - 18:03

O Maringá FC tentou, mas não conseguiu trazer para casa o título inédito do Campeonato Paranaense. Jogando na tarde deste domingo (3), no Estádio Couto Pereira, o clube da Cidade Canção foi derrotado, pelo Coritiba, por 4 a 2, de virada, e ficou com o vice-campeonato.

O MFC começou melhor, abrindo o placar com um golaço de Matheus Bianqui, aos 15 minutos do primeiro tempo, conseguindo segurar o placar favorável até o intervalo. Na volta para a etapa complementar, no entanto, sofreu um novo 'apagão', tomou 3 gols em 7 minutos e viu o time da capital consolidar um placar confortável, que foi ampliado no restante da partida.

Com o resultado, o Coxa chegou ao 39º título Paranaense de sua história, diante de 28.919 torcedores. Já o Maringá FC chega ao seu segundo vice.

Não deu

A missão era difícil. Mesmo assim, o Maringá FC começou bem a partida. Não se intimidou com as chegadas do Coritiba e também se lançou ao ataque. Aos 15 minutos do primeiro tempo, erro na saída de bola da zaga do Coxa e a bola sobrou para Matheus Bianqui caminhar livre, até a entrada da área, abrindo o placar com um belo chute cruzado.

A partir de então, o Coritiba, que já incomodava, passou a alugar o campo de defesa do MFC, dominando as ações no primeiro tempo, mas o time maringaense soube resistir a pressão adversária.

Antes da etapa inicial acabar, o Maringá ainda teve duas boas oportunidades de ampliar o placar, com Alemão, de fora da área acertando o travessão, e Mirandinha, com um chute cruzado forte, da entrada da área, mas faltou sorte.

Na volta do intervalo, um 'replay' do jogo de ida. O alviverde da capital voltou pressionando e conseguiu três gols nos primeiros 7 minutos. Alef Manga, fazendo valer a 'lei do ex' e Igor Paixão, duas vezes, trataram de destruir a vantagem construída pelo Maringá FC e que, até então, levaria o jogo para os pênaltis.

A irritação do técnico Jorge Castilho na beira do campo era um claro sinal de insatisfação. Na última quarta-feira (30), o MFC também tomou dois gols em menos de cinco minutos. Ao chutar uma garrafa de água para longe, o treinador olhou para um dos auxiliares e repetiu "igualzinho, igualzinho", inconformado com o rumo que a partida havia tomado.

Em seguida, coube ao Coritiba administrar um bom resultado. Ainda teve tempo do Maringá FC descontar, com Guilherme Sales, e Léo Gamalho fechar o placar com um golaço de fora da área.

O Campeonato Paranaense 2022 se encerra com um jogo movimentado, placar elástico e muita festa nas arquibancadas. 28.919 estiveram nesta tarde, no Couto Pereira, para ver o Coritiba levar seu 39º título estadual, voltando a ser o melhor time do Paraná cinco anos depois da última conquista, em 2017.

Já o Maringá FC celebra a boa campanha, apesar do vice. O objetivo principal foi cumprido. Em 2022, voltará a ter calendário cheio, com as vagas na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro da Série D.

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550